O que é preciso saber sobre o uso de máscaras contra o novo coronavírus

Confira quais materiais são mais indicados na produção e também a maneira correta de usá-las

Por Marina Cardoso

Rio, 04/05/2020  - COVID 19 - CORONAVIRUS - Loja de Tecidos com fila. Taquara, Jacarepagua. zona oeste do Rio. Na foto a costureira Sonia , 2115-5274 coronavirusrio. Foto: Ricardo Cassiano/Agencia O Dia
Rio, 04/05/2020 - COVID 19 - CORONAVIRUS - Loja de Tecidos com fila. Taquara, Jacarepagua. zona oeste do Rio. Na foto a costureira Sonia , 2115-5274 coronavirusrio. Foto: Ricardo Cassiano/Agencia O Dia -

Desde que o prefeito do Rio, Marcelo Crivella, decretou o uso obrigatório de máscaras para sair às ruas, os cariocas precisaram se adaptar a circular com rostos cobertos pelas mais variadas estampas e tecidos. E a permissão de funcionamento de lojas de tecidos incrementou ainda mais a produção caseira de máscaras. Mas o que muita gente anda perguntando é se dá para confiar na qualidade dos produtos usados na hora de criar uma barreira de proteção contra o novo coronavírus. 

Segundo a presidente da Sociedade Brasileira de Infectologia do Rio, Tânia Vergara, as pessoas devem produzir máscaras de algodão e TNT. "O ideal é fazer máscara com mais de uma camada de algodão e TNT para trazer maior proteção. No perfil do Twitter do Ministério da Saúde há um vídeo que ensina como costurar", indica. Já tecido sintético, ela não orienta para a fabricação, pois é desconfortável para respirar.

A costureira Sônia Maria da Silva, de 62 anos, começou a produzir máscaras de tecido a partir de indicações de quais materiais utilizar. "Tenho feito com tecido tricoline, 100% algodão, tanto lisa quanto estampada", disse. 

Um estudo de cientistas da Universidade de Chicago (EUA) detectou que a melhor proteção está na combinação entre tecidos, como algodão com seda ou flanela, por exemplo, o que daria uma eficiência de 80% contra o vírus.

 

Da fabricação à manutenção

PRODUÇÃO

Para produzir a máscara de proteção contra o novo coronavírus, o ideal é utilizar TNT (80mg) com 21x18cm; mais dois tecidos 100% algodão, com 21x18cm, para as camadas; além de dois pedaços de elástico com 32cm. O TNT e os tecidos devem ser costurados juntos, para oferecer maior proteção.

LAVAGEM

O Ministério da Saúde alerta que se deve trocar a máscara sempre que ela estiver úmida ou suja, ou então a cada 2 horas de uso. Na hora de lavar, deixe-a de molho por 30 minutos em uma solução, por exemplo, de 10ml de água sanitária para 500ml de água limpa. Após isso, lave com água e sabão e deixe secar.

USO

Remova a máscara com cuidado pelo elástico ou nó da ponta de trás e evite tocar na parte da frente.

Comentários