Prefeitura de Niterói anuncia 'lockdown' e multa para quem circular pela cidade

Apesar do prefeito Rodrigo Neves evitar o termo 'lockdown', a circulação de pessoas só será permitida para a execução de serviços essenciais

Por O Dia

O prefeito Rodrigo Neves anunciou as novas medidas na noite desta quinta-feira
O prefeito Rodrigo Neves anunciou as novas medidas na noite desta quinta-feira -
Rio - A Prefeitura de Niterói aprovou, nesta quinta-feira, a ampliação das medidas de restrição para o combate do novo coronavírus (covid-19) no município da Região Metropolitana do estado. Apesar do prefeito Rodrigo Neves (PDT) evitar o termo lockdown, a circulação de pessoas só será permitida na cidade para a execução de serviços essenciais. A medida valerá, inicialmente, da segunda à sexta-feira da semana que vem, passível de multa de R$ 180.
Um Projeto de Lei com as medidas, sugeridas pelo prefeito, foi aprovado pela Câmara de Vereadores nesta quinta. As ações foram recomendadas por um grupo de especialistas nas áreas de infectologia, epidemiologia e estatística da Fiocruz, UFF e UFRJ.
Segundo Neves, o período restritivo será o mais crítico para a propagação rápida do vírus na Região Metropolitana.
"Temos que adotar as medidas com base na ciência, em estudos de especialistas, nas experiências internacionais bem-sucedidas", afirmou o prefeito, em pronunciamento nas redes sociais da prefeitura (assista no vídeo abaixo). "Nossas medidas levam em consideração, sobretudo, a realidade da nossa cidade. O objetivo é retomar o padrão de isolamento da última semana de março, quando estava em 70%. Atualmente, Niterói está em 56%. Precisamos ganhar essa batalha pela vida com menos mortes possíveis".
Niterói é a quarta cidade com mais mortes pela doença do estado, com 35 óbitos, e a terceira em número de casos confirmados (629). 
"Nós vamos reforçar os bloqueios com municípios limítrofes, que já estão em curso, agora também com a testagem da temperatura daqueles que chegam de outras cidades. Caso seja verificado que essas pessoas estão com temperatura acima do normal, elas serão encaminhadas a unidades de saúde para, imediatamente, fazer os exames necessários para evitar a propagação rápida da covid-19 em Niterói", afirmou o prefeito.
Neves destacou, ainda, que, no mesmo período, também serão suspensas as obras que estavam em andamento em todas as regiões da cidade. Outra medida, após reunião com representantes do Ministério Público estadual (MPRJ), será a ampliação, até o dia 16 de maio, em 40% a quantidade de leitos com respiradores na rede pública e privada de Niterói.
Confira as novas medidas adotadas
. Multa de R$ 180 para quem circular fora das atividades essenciais (mercados e supermercados, farmácias, padarias, pet shops e postos de combustíveis)
. Reforço no bloqueio dos municípios limítrofes
. Suspensão das obras da prefeitura
. Ampliação da rede de leitos em 40% até 16 de maio
. Testagem de temperatura de quem entra na cidade

Galeria de Fotos

O prefeito Rodrigo Neves anunciou as novas medidas na noite desta quinta-feira Reprodução / Facebook
O bloqueio nos acessos a Niterói Reginaldo Pimenta / Agência O DIA

Comentários