Confira restrições de circulação anunciadas por Crivella em bairros das Zonas Norte e Oeste

Barreiras serão feitas em centros comerciais de Tijuca, Grajaú, Méier, Cascadura, Madureira e Pavuna, na Zona Norte, Santa Cruz, Realengo, Guaratiba, Taquara e Freguesia, na Zona Oeste

Por O Dia

Crivella anuncia medidas restritivas
Crivella anuncia medidas restritivas -
Rio - O prefeito Marcelo Crivella anunciou, em entrevista coletiva na manhã desta segunda-feira, que vai proibir a circulação de carros particulares e de pessoas nos centros comerciais dos seguintes bairros: Santa Cruz, Guaratiba, Realengo, Freguesia e Taquara, na Zona Oeste; Tijuca, Grajaú, Méier, Pavuna, Cascadura e Madureira, na Zona Norte. A medida será publicada em decreto.

Galeria de Fotos

Prefeito Marcelo Crivella anuncia novas medidas para reduzir propagação do novo coronavírus Estefan Radovicz / Agencia O Dia
Prefeito Marcelo Crivella anuncia novas medidas para reduzir propagação do novo coronavírus Estefan Radovicz / Agencia O Dia
Prefeito Marcelo Crivella anuncia novas medidas para reduzir propagação do novo coronavírus Estefan Radovicz / Agencia O Dia
Prefeito Marcelo Crivella anuncia novas medidas para reduzir propagação do novo coronavírus Estefan Radovicz / Agencia O Dia
Prefeito Marcelo Crivella anuncia novas medidas para reduzir propagação do novo coronavírus Estefan Radovicz / Agencia O Dia
Prefeito Marcelo Crivella anuncia novas medidas para reduzir propagação do novo coronavírus Estefan Radovicz / Agencia O Dia
Prefeito Marcelo Crivella anuncia novas medidas para reduzir propagação do novo coronavírus Estefan Radovicz / Agencia O Dia
Prefeito Marcelo Crivella anuncia novas medidas para reduzir propagação do novo coronavírus Estefan Radovicz / Agencia O Dia
Crivella anuncia medidas restritivas ESTEFAN RADOVICZ
A barreira nesses locais será feita por agentes de segurança para impedir a circulação de automóveis e pedestres, mesma estratégia adotada nos calçadões de Campo Grande e Bangu na semana passada. No caso dos carros, apenas moradores poderão transitar. A medida será válida a partir desta terça-feira e vai durar por sete dias. "As medidas que estamos tomando são em função do aumento na curva que foi verificado. As medidas basicamente são: vamos ampliar nossas interrupções nos centros de comércio. Os centros de Santa Cruz e Madureira; Jacarepaguá, na área de Freguesia e Taquara; na Tijuca, Praça Saens Peña; no Grajaú, a Praça Verdun; na Pavuna, aquela área que vai para São João de Meriti; e a área central de Cascadura", detalhou Crivella. 
"Nós verificamos na curva que nos baliza de que tivemos um aumento de casos agora nesse início de maio. Alguns acham que teria sido pelo feriado de 1º de maio, em que as pessoa saíram de casa e tiraram feriado também da máscara, da quarentena", afirmou.
O prefeito também decretou o fechamento de bares, lanchonetes e restaurantes, medida que já estava anunciada, mas terá maior fiscalização. "Fica proibida a abertura dos bares, lanchonetes e restaurantes. Podem funcionar apenas com porta fechada. Não pode ter cadeira na calçada, consumo no local", disse Crivella. As apostas nas casas lotéricas também estão proibidas, para evitar aglomerações principalmente de pessoas idosas. "Estamos proibindo as apostas nas loterias. Lotéricas funcionam dando benefício, recebendo contas, mas sem apostas. Quem fizer aposta, pode fazer via Internet".
Veja as medidas restritivas da prefeitura:
- Proibição do "acesso de veículos particulares de não moradores às regiões centrais dos seguintes bairros, além de aos respectivos calçadões: Santa Cruz, Freguesia Jacarepaguá, Taquara Jacarepaguá, Realengo e Guaratiba na Zona Oeste; Tijuca - Praça Saens Pena, Grajaú, Pavuna, Cascadura, Madureira e Méier, na Zona Norte".
- Proibição da "realização de apostas presenciais em agências lotéricas".
- Veto do "estacionamentos de veículos particulares na orla marítima da Cidade, entre as praias do Leme e a do Pontão, exceto para os veículos de proprietários que residam nas proximidades".
- Proibição do "funcionamento de bares (até então, podiam abrir para delivery)".
- Proibição da "abertura de todo o comércio nas comunidades da Cidade, com exceção de supermercados e farmácias".
- Proibição da "realização de obras, com exceção das emergenciais, assim entendidas as imprescindíveis ao bom funcionamento das instalações".

Comentários

Últimas de Rio de Janeiro