Cabo da PM atira contra policiais civis da DHBF que faziam operação na Baixada

Militar alegou que desconfiou da presença dos inspetores em seu prédio, sem perceber que eles eram policiais

Por O Dia

Caso aconteceu na manhã de quarta-feira
Caso aconteceu na manhã de quarta-feira -
Rio - Um cabo PM atirou contra policiais civis da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) que faziam uma operação em Nilópolis, na manhã desta quarta-feira. De acordo com o registro de ocorrência feito pelo 20° (Mesquita), Patrick da Silva, de 39 anos, desconfiou da presença dos inspetores em seu prédio, sem perceber que eles eram policiais.
Ainda segundo a ocorrência, o cabo, que é lotado no 24° BPM (Queimados), ligou para o 190, dizendo que vários indivíduos teriam invadido sua residência. O edifício fica na Rua Professora Laíde de Souza Belém, no Centro do município da Baixada.
Os agentes do batalhão de Mesquita foram enviados ao local e relataram que, quando chegaram no endereço, encontraram duas viaturas da DHBF no portão do prédio. Os inspetores informaram que estavam ali para cumprir um mandado de busca e apreensão em um apartamento do terceiro andar e que, quando entraram no imóvel, foram alvos de tiros dados pelo PM.
A ocorrência relata que, após ouvirem os policiais civis, os militares foram até o apartamento do cabo, no primeiro andar do edifício. Foi só quando o PM percebeu que atirou contra inspetores da DHBF.  
Todos foram levados para a DHBF, em Belford Roxo, onde o caso foi registrado. Ninguém ficou ferido.

Comentários