Jovem é morto no Morro da Providência durante distribuição de cesta básica

Segundo a PM, criminosos armados atiraram contra os policiais, houve confronto e um suspeito foi baleado

Por O Dia

Rio - Um jovem, identificado como Rodrigo Cerqueira de 19 anos, foi morto na tarde desta quinta-feira (21) durante uma operação policial no Morro da Providência, Região Central do Rio. De acordo com relatos de integrantes do Pré-Vestibular Machado de Assis, a ação aconteceu quando os voluntários começavam a distribuir cestas básicas na comunidade. 
Segundo relatos de moradores, Rodrigo trabalhava em uma barraca quando foi atingido pelo disparo. A Polícia Militar, no entanto, informou que equipes da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Providência realizavam policiamento pela Rua Rivadavia Correa, no Santo Cristo, quando criminosos armados atiraram contra os policiais e houve confronto.
"Um suspeito foi atingido e socorrido ao Hospital Municipal Souza Aguiar, onde não resistiu aos ferimentos. Com ele foram apreendidas uma pistola calibre 9 mm, um carregador municiado e entorpecentes a serem contabilizados", disse a corporação, em nota. 
Um vídeo publicado nas redes sociais mostra a correria no local. 
De acordo com a Polícia Militar, durante o socorro, moradores tentaram atacar os policiais e "foi necessário uso de armamento de menor potencial ofensivo para dispersar o grupo". A Delegacia de Homicídios da Capital foi acionada para a ocorrência. Até o momento, a Polícia Civil não comentou sobre o caso. 
Morte na Cidade de Deus
João Vitor Gomes da Rocha foi morto durante uma operação conjunta da Polícia Militar com a Polícia Civil, na noite desta quarta-feira, na Cidade de Deus. Segundo a polícia, ele fazia parte de uma quadrilha especializada em sequestro-relâmpago que age nas imediações do bairro da Zona Oeste do Rio. A mãe do jovem, no entanto, nega a versão.

João Vitor faria 19 anos no próximo dia 6 e morreu depois que foi baleado durante a operação, que aconteceu na localidade conhecida como Pantanal. Na ocasião, voluntários do Movimento Frente CDD distribuíam 200 cestas básicas para moradores da comunidade.
Morte em Acari
Familiares denunciam que Iago César Gonzaga, de 21 anos, foi torturado e morto por policiais militares durante uma operação na comunidade de Acari, na Zona Norte do Rio, nesta segunda-feira (18). Em entrevista ao RJTV2 nesta terça-feira, a tia do jovem contou que militares teriam sufocado o rapaz com um plástico e sumido com o corpo após o crime.

"Todo mundo diz que ele foi torturado a faca, sufocado com saco plástico, enrolado no lençol, jogado na 'caçapa' do carro e retirado da comunidade", disse a tia.
Morte em São Gonçalo 
João Pedro Matos Pinto, de 14 anos, estava brincando no quintal de casa, quando bandidos pularam o muro e policiais foram atrás atirando. Ele foi baleado e colocado em um helicóptero da Polícia Civil durante uma operação na Praia da Luz, na Ilha de Itaoca, no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, Região Metropolitana do estado nesta segunda-feira.

O caso mobilizou o Twitter para conseguir informações sobre o paradeiro do adolescente. Na manhã de terça-feira, os familiares de João Pedro foram informados que o corpo do menino estava no Instituto Médico Legal (IML) de Tribobó. 

Comentários