Dentista é presa por matar o marido para receber o seguro de vida dele

Karina Lepre Franco planejou a morte do gerente da Shell Vagner Franco para receber cerca de R$ 200 mil

Por O Dia

Vagner Franco foi morto em fevereiro do ano passado
Vagner Franco foi morto em fevereiro do ano passado -
Rio - Policiais da Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA) prenderam, nesta quinta-feira, a dentista Karina Lepre Franco. A mulher é apontada como responsável pela morte do marido, o gerente da Shell, Vagner Franco. Ela teria planejado o crime para receber cerca de R$ 200 mil do seguro de vida dele.
Vagner ficou desaparecido por cerca de cinco dias, em fevereiro do ano passado, até que seu corpo foi encontrado, com mãos e pés amarrados, na Praia do Mar do Norte, em Rio das Ostras, na Região dos Lagos. O corpo estava com marcas de quatro tiros e uma facada.
O gerente desapareceu depois que deixou a mulher em seu consultório dentário no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste da capital.
Dentista foi presa nesta quinta-feira - Divulgação / Polícia Civil
De acordo com a Polícia Civil, a investigação apontou que o miliciano Anderson do Nascimento Marinho, conhecido o Thor, que atua na comunidade do Terreirão, no Recreio, foi quem matou Vagner. Ele teria recebido aproximadamente R$ 10 mil pelo crime.
Ainda segundo as investigações, Karina e Thor se conheceram quando ele foi cobrar uma "taxa de segurança" no consultório dela. Contra eles, foram expedidos mandados de prisão por homicídio e ocultação de cadáver, pela 4ª Vara Criminal da Capital. O miliciano está foragido.
Na época do crime, o Disque Denúncia chegou a divulgar um cartaz com a foto de Vagner pedindo informações sobre o responsáveis por sua morte
Cartaz divulgado na época da morte do gerente da Shell - Divulgação / Disque Denúncia

Galeria de Fotos

Vagner Franco foi morto em fevereiro do ano passado Arquivo Pessoal
Dentista foi presa nesta quinta-feira Divulgação / Polícia Civil
Cartaz divulgado na época da morte do gerente da Shell Divulgação / Disque Denúncia

Comentários