'Anarriê' virtual

Festa junina online do Colégio Inovar Veiga de Almeida, na Barra, teve muita diversão mas foi também uma oportunidade para aprender

Por O Dia

Pais, alunos e docentes se divertiram: teve quadrilha e comidas típicas
Pais, alunos e docentes se divertiram: teve quadrilha e comidas típicas -

Teve quadrilha, música caipira, brincadeiras, comida típica, vestidos e camisas xadrezes, chapéus de palha e, claro, muita animação! Uma festa junina típica, não fosse por um detalhe: ela aconteceu virtualmente. O evento promovido pelo Colégio Inovar Veiga de Almeida, da Barra da Tijuca, na manhã de ontem, para alunos do primeiro ao quinto anos de ensino fundamental, teve muita diversão mas foi também uma oportunidade para realizar atividades pedagógicas.

Uma delas, por exemplo, foi a confecção de bandeirinhas, na disciplina de Artes, inspiradas na obra do pintor italiano Alfredo Volpi. Já a equipe de Educação Física foi responsável pela elaboração de uma coreografia junina, o 'Tik Tok Veiga Junino', inspirada no aplicativo que é febre entre as crianças. O envio do vídeo vai compor a avaliação da matéria.

Teve até desafios de matemática com tema junino, aulinha de História abordando a herança cultural da festividade, e leitura de cordel. Um dia para divertir e aprender. "Nosso objetivo foi mostrar aos alunos a importância desta comemoração em nossa cultura, além de garantir a socialização das crianças neste momento, ainda que por intermédio da tela", diz Diana Magaldi, diretora de Experiências e Aprendizagem do colégio.

Para a professora de Educação Física Flávia Silva, foi uma excelente oportunidade de levar um pouco da rotina presencial para o modo virtual. "A intenção foi fazer com que os alunos se sentissem cada vez mais próximos e dentro da escola, mesmo que de modo virtual. As danças e as brincadeiras foram tão bem aceitas por eles que dava pra ver a felicidade, a motivação e a interação com o projeto", empolga-se.

Os pais também aprovaram a ideia. Carla Monteiro Chundo, mãe de Isabela, de 11 anos, que está no 5º ano, elogia o fato de o colégio estar buscando variadas formas de manter o vínculo e o interesse dos alunos em participar das atividades propostas. "Isso acontecia de forma presencial, mas o grande desafio é fazer acontecer virtualmente. Hoje, com a realização da festa junina virtual, vejo que o envolvimento da escola, através de todos, direção, coordenação, professores e alunos aconteceu de uma forma real. Foi lindo e emocionante ver todos juntos, celebrando uma data festiva e alegre, mesmo a distância".

A orientadora pedagógica do Fundamental 1 , Renata Visentin, também usou a palavra 'emocionante' para se referir ao evento: "Um momento remoto, no qual as crianças puderam compartilhar brincadeiras e músicas juninas junto às famílias e professores. Tudo muito planejado pela equipe de professores, inclusive os especializados como o de Música, de Artes e de Educação Física. Acreditamos que a educação tem o poder de agregar, mesmo a distância".

Comentários