Troncal 2 sai de linha e SMTR não é avisada

Suspensão foi denunciada por moradores do Centro. Ônibus fazia o trajeto General Osório-Rodoviária

Por Maria Clara Matturo*

De uma hora para outra, o Troncal 2 deixou de circular e passageiros simplesmente ficaram a pé
De uma hora para outra, o Troncal 2 deixou de circular e passageiros simplesmente ficaram a pé -

Sem autorização da Secretaria Municipal de Transporte (SMTR), a linha de ônibus Troncal 2, administrada pelo consórcio Intersul, foi retirada de circulação. Moradores do Bairro de Fátima, no Centro do Rio, denunciaram o sumiço do ônibus que fazia o itinerário General Osório-Rodoviária.

"Chego a gastar R$ 21 de passagem, dependendo do lugar da Zona Sul que preciso ir, porque o ônibus simplesmente não passa", se queixou a instrumentadora cirúrgica Danielle Pereira. A moradora identificou a falta da linha enquanto aguardava por ele. "Em uma das minhas idas a trabalho para a Zona Sul aguardei por muito tempo e fiquei sabendo, no ponto, que o ônibus não estava passando", completou.

A analista de relacionamento internacional Carla Abraão reforçou os problemas: "nunca foi um serviço maravilhoso, mas piorou demais. Já tinham tirado linhas como o 464 e o 433, que faziam um trajeto parecido, para colocar o Troncal 2, agora nem essa opção temos mais".

O deputado Dionísio Lins, do PP, é presidente da Comissão de Transporte da Alerj e informou que vai encaminhar, nesta quarta-feira, um requerimento de informações ao presidente da Fetranspor e a Rio Ônibus questionando o motivo do péssimo atendimento prestado aos moradores do bairro. "Os usuários não podem pagar esse preço, ficando dependente da boa vontade das empresas que fazem o que querem. Isso é um verdadeiro absurdo", declarou Dionísio.

Além disso, o presidente da Comissão de Transportes da Alerj também garantiu que vai enviar um ofício para as secretarias estadual e municipal de Transportes, solicitando que intensifique a fiscalização para evitar essas situações.

Em nota, a SMTR constatou a inoperância da linha Troncal 2 e informou que " o consórcio Intersul, responsável pela operação, foi autuado por suspender o serviço sem autorização da secretaria".

 

Mudanças no BRT começam a valer hoje

Com as medidas de flexibilização do isolamento, o BRT Rio apresenta mudanças no funcionamento a partir de hoje. O objetivo principal do consórcio é readequar as frotas para o aumento da circulação de passageiros. Entre as alterações, a linha experimental 51A fará o trajeto entre a Vila Militar e o Terminal Alvorada, no corredor Transolímpica.

A partir de agora, além do trajeto diário de 4h à 00h, a linha 22 Alvorada x Jardim Oceânico, funcionará também aos sábados e domingos. A linha 25A Mato Alto x Alvorada, passará a funcionar somente nos finais de semana, de 4h10 às 23h e a linha 38 Terminal Alvorada x Fundão poderá ser usada aos domingos, de 4h à 00h. 

A linha 20, Santa Cruz x Salvador Allende, também sofre alterações e voltará a circular nos dias úteis das 4h20 às 8h10 e das 16h45 às 18h45. Assim como a linha 32A, Galeão x Madureira, que aos sábados será substituída pela linha 42E, Santa Efigênia x Galeão.

O BRT chegou a ter uma redução de 75% dos passageiros no período de isolamento social, mas o índice diminuiu e agora a redução é de 58% em relação ao último dia antes das medidas restritivas.

Comentários