Vídeo: bares ficam lotados na primeira noite de reabertura

Clientes foram em peso para as ruas nesta quinta-feira

Por O Dia

Grande concentração de pessoas em um bar do Leblon
Grande concentração de pessoas em um bar do Leblon -
Rio - A primeira noite da reabertura dos bares da cidade foi marcada por aglomerações. Ao contrário do pouco movimento visto durante o dia, os clientes foram em peso aos estabelecimentos horas depois.
Desde as primeiras horas desta quinta-feira, a prefeitura liberou o funcionamento de restaurantes, bares e lanchonetes e a volta do consumo nos quiosques da Orla, mas com uma série de restrições.
Vídeos que circulam nas redes sociais mostram a grande concentração de pessoas principalmente em bares do Leblon, na Zona Sul. Em um deles, um cliente chega a agradecer o retorno.
"Tudo voltando ao normal, graças a Deus (...) Vamos viver e ser feliz. Que alegria! Estou aqui amarradão", disse.
Os bares, restaurantes e lanchonetes ficaram fechados por mais de 100 dias por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19). Até então, eles só poderiam funcionar por entrega ou para quem fosse buscar no estabelecimento.
Para serem reabertos, eles devem cumprir uma série de recomendações, tais como:
. Funcionamento até as 23
. Lotação de até 50%
. Distanciamento mínimo de dois metros entre as mesas
Seguem proibidos bufês de self-service e música ao vivo.
Procurada pelo DIA, a Guarda Municipal disse que vai intensificar a fiscalização nesse fim de semana, com equipes da Vigilância Sanitária.
"A Guarda Municipal percorreu diversos bairros da cidade durante a noite de quinta-feira, 02/07, e constatou aglomeração na Rua Dias Ferreira, no Leblon, na Zona Sul. Os agentes determinaram o fechamento de diversos bares. Devido ao horário de fechamento e à aglomeração e consumo na rua, todos os estabelecimentos foram orientados e fechar as portas. As ações de fiscalização, reitera-se, serão intensificadas neste fim de semana", a corporação acrescentou, em nota.
Já a Vigilância Sanitária faz um apelo para a importância da população ajudar e cumprir as regras de combate à covid-19.

Comentários