Hemorio pede doação de sangue com volta de cirurgias

.

Por O Dia

Para doar sangue, é preciso ter entre 16 e 69 anos e não se esquecer de ir de máscara
Para doar sangue, é preciso ter entre 16 e 69 anos e não se esquecer de ir de máscara -

Que tal uma bela desculpa cidadã para sair de casa, com todos os cuidados necessários, durante a flexibilização da quarentena? O Hospital Federal do Andaraí (HFA) realiza, hoje, das 10h às 16h, uma campanha de doação de sangue para ajudar a reabastecer o banco do Hemorio que, neste momento, está 15% abaixo do ideal. Quem tiver interesse em doar deve ir de máscara e levar um documento oficial de identidade com foto. O HFA fica na Rua Leopoldo 280, Andaraí, Zona Norte do Rio. A campanha ocorrerá na Capela São Pedro.

De acordo com Adriano Dionísio, chefe do Serviço de Hemoterapia do HFA, houve uma redução da demanda durante o isolamento social. "Diminuiu significativamente o número de baleados, de vítimas de acidentes de trânsito, além das pessoas que necessitam de sangue após as cirurgias", disse Adriano.

Porém, agora, com a retomada das cirurgias eletivas, após um período de internações reduzidas por causa da pandemia da covid-19, a demanda por bolsas de sangue voltou a crescer na cidade do Rio de Janeiro. Por isso, Adriano ressalta que o Hemorio necessita de uma quantidade maior de bolsas de sangue.

Para doar, é necessário prestar atenção aos seguintes requisitos: ter entre 16 e 69 anos; pesar no mínimo 50kg; não estar em jejum. Quem não está apto para doar: febre acima de 37°C; gripe ou resfriado; mulheres grávidas; amamentação (até 1 ano após o parto); uso de alguns medicamentos; anemia; cirurgias recentes; extração dentária nos últimos sete dias; ter feito tatuagem ou piercing no último ano; vacinação (o tempo de impedimento varia de acordo com o tipo de vacina); ter feito transfusão de sangue no último ano.

Comentários