Corpo de mulher grávida é encontrado em córrego próximo a linha de trem em Deodoro

Thaysa Campos dos Santos, de 23 anos, desapareceu no bairro na última quinta-feira e estava no oitavo mês de gestação. A família confirmou que se trata da jovem

Por O Dia

Thaysa Campos dos Santos, de 23 anos, desapareceu em Deodoro
Thaysa Campos dos Santos, de 23 anos, desapareceu em Deodoro -
Rio - O corpo de uma mulher grávida foi encontrado na manhã desta quinta-feira na linha de trem em Deodoro, na Zona Norte do Rio. A família reconheceu que se trata Thaysa Campos dos Santos, de 23 anos, desaparecida na última quinta-feira com oito meses de gestação. Os familiares foram informados do corpo por moradores da região.
A Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) instaurou inquérito para apurar as circunstâncias da morte. Segundo a Polícia Civil, o corpo foi encontrado em avançado estado de putrefação na Estrada Marechal Alencastro, em Deodoro. A perícia é realizada no local e o corpo foi encaminhado ao IML para necropsia e identificação oficial. "Diligências estão em andamento para elucidar o caso", diz a DHC.
A Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar informou que equipes do 14º BPM (Bangu) foram acionadas para checar a presença do corpo. Chegando ao local, os policiais constataram que tratava-se de uma mulher, em um córrego, às margens da linha férrea. A área foi isolada e a Delegacia de Homicídios da Capital acionada.

Galeria de Fotos

Polícia investiga desaparecimento de Thaysa Campos dos Santos, de 23 anos Divulgação
Thaysa Campos dos Santos, de 23 anos, desapareceu em Deodoro Divulgação
A SuperVia foi informada sobre a existência de um corpo em uma canaleta nas proximidades da estação Deodoro às 10h30. Imediatamente, a concessionária acionou o Grupamento de Policiamento Ferroviário (GPFer) para as providências necessárias.
O caso estava andamento na Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA) para apurar os fatos. Os agentes ouviram testemunhas e buscavam informações que ajudassem a localizar a vítima. Na casa da manicure foram encontrados brindes, um berço com enxoval. Uma festa estava marcada para o último domingo, que não aconteceu por causa do desaparecimento da grávida.
A Secretaria de Estado de Vitimados (SEVIT) informa que ofereceu atendimento psicológico e social para a família de Thaysa Campos. A equipe psicossocial conversou com a família da jovem grávida e vai acompanhar o caso.

Comentários