Material apreendido na açãoDivulgação / Polícia Civil
Por ANDERSON JUSTINO e RAI AQUINO
Rio - As delegacias  de Capturas (DC-Polinter) e do Consumidor (Decon) fizeram nesta quarta-feira, uma operação conjunta contra uma quadrilha especializada em fraudes de bilhete único. Dos 21 mandados de prisão, oito foram cumpridos, um deles contra o líder do bando.
Dezenas de cartões de bilhetagem eletrônica, computadores, telefones e outros produtos eletrônicos foram apreendidos nos 30 mandados de busca e apreensão.
De acordo com o delegado Mauro César Júnior, titular da DC-Polinter, o grupo movimentou cerca de R$ 6 milhões em pouco mais de um ano, causando um prejuízo mensal de R$ 500 mil aos cofres públicos, já que os cartões são subsidiados pelo Poder Público. Eles agiam inserindo créditos fraudulentos nos bilhetes.
Publicidade
"Eles usam uma tecnologia que quebra o código de segurança dos bilhetes. Em seguida, passam o cartão para outros integrantes que vendem as passagens nas estações de trens, metrô e em pontos de ônibus. Nesse percurso das investigações, identificamos três líderes hierárquicos", conta o delegado.
A ação contou com 30 policiais das duas especializadas. Os presos vão responder pelos crimes de organização criminosa e estelionato.