A Cedae afirma que montou esquema especial para atender hospitais e outros serviços essenciais com carros-pipa, caso haja necessidade neste período - Tomaz Silva/Agência Brasil
A Cedae afirma que montou esquema especial para atender hospitais e outros serviços essenciais com carros-pipa, caso haja necessidade neste períodoTomaz Silva/Agência Brasil
Por O Dia
Rio - Consumidores da Cedae que sentiram os efeitos da redução da capacidade operacional da Elevatória do Lameirão vão receber desconto automático de 25% sobre o valor das faturas emitidas a partir de março. O benefício será concedido sem que o cliente precise fazer a solicitação e é válido para residências sem hidrômetro ou com hidrômetro faturados pelo consumo mínimo.
A companhia ainda vai investir R$ 34 milhões em equipamentos e obras na unidade, que ganhará em segurança operacional. As medidas são fruto de acordo celebrado entre Cedae, Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro, Agência Reguladora de Energia e Saneamento Básico do Estado do Rio de Janeiro (Agenersa), mediado pela Procuradoria-Geral do Estado (PGE-RJ), para reparar o impacto sobre o abastecimento no período entre 15 de novembro de 21 de dezembro, quando a elevatória passou por manutenção.

A decisão vai contemplar 154.720 residências efetivamente afetadas pela redução do abastecimento e será implementada nas faturas e leituras geradas a partir do dia 12 de março. Para garantir mais transparência, o valor do desconto será discriminado na fatura. Ao receberem os boletos, clientes da Cedae não contemplados, mas que no período sentiram os efeitos do problema na elevatória, ainda podem fazer uma solicitação para pleitear a redução de 25%.
Publicidade
Para isso, devem enviar um requerimento formal pelo e-mail [email protected] A mensagem eletrônica deverá informar nome completo, matrícula do imóvel, CPF do titular da conta, motivo da solicitação, cópias da documentação comprobatória (notas fiscais ou outros documentos).

Cada pedido encaminhado será avaliado e respondido em prazo de até 20 dias. Para mais informações, clientes podem procurar as agências da Companhia, acessar o site (www.cedae.com.br) ou entrar em contato com a central de atendimento telefônico gratuita 0800 282 1195.

Investimento de R$ 34 milhões na Elevatória do Lameirão

Outro benefício firmado pelo acordo prevê que a Cedae invista R$ 34 milhões na unidade. A companhia se comprometeu a adquirir dois motores de 9.000 HP e 4.500 HP, que servirão como reservas para a Elevatória do Lameirão. Um novo conjunto de motobomba de 9.000 HP com todos os equipamentos adicionais necessários ao funcionamento também será implantado, fazendo com que a elevatória passe dos atuais sete para oito conjuntos de bombeamento instalados, ganhando maior segurança operacional.

Serviço

De 15 de novembro a 21 de dezembro de 2020, reparo em um dos motores da Elevatória do Lameirão impactou o abastecimento, levando à redução da capacidade operacional da unidade em 25%. Durante o período em que consumidores aguardaram o reparo, a Cedae já havia anunciado a intenção de compensar os clientes financeiramente com redução na cobrança. De acordo com o Termo de Compromisso firmado entre MPE, Defensoria, Agenersa e Cedae, o cálculo para o desconto considerará o total de 38 dias porque a Elevatória do Lameirão voltou a operar com total capacidade no dia 21 de dezembro, mas o abastecimento foi normalizado no dia 23 de dezembro. Confira os principais itens do acordo:

· Desconto Automático - 25% na conta de água

· Faturas com leituras a partir de 12 de março

· Quantas unidades terão direito - 154.720 domicílios

· Clientes sem hidrômetro e/ou faturados pelo consumo mínimo

· Não contemplados podem requerer: enviar e-mail para [email protected]
Quais informações o email deve ter?

- nome completo;

- número da matrícula do imóvel e número do CPF do titular;

- motivo da solicitação;

- e cópias da documentação comprobatória (notas fiscais e outros)

Cedae tem 20 dias para responder.