Decrete suspende cobrança do pedágio na Linha Amarela
Decrete suspende cobrança do pedágio na Linha AmarelaDivulgação / Lamsa
Por O Dia
Rio - A Prefeitura do Rio publicou no Diário Oficial desta quarta-feira (10) o decreto que mantém a suspensão da cobrança do pedágio na Linha Amarela. A Lamsa, que reassumiu a operação da Linha Amarela na última sexta-feira (5) após a decisão do Ministro Luiz Fux de suspender o processo de encampação instaurado pela Prefeitura do Rio, havia informado que a tarifa de R$ 7,20 voltaria a ser cobrada a partir desta sexta-feira (12)
Após a publicação da concessionária, o prefeito Eduardo Paes usou a redes sociais para tranquilizar os motoristas que passam pelo pedágio da Linha Amarela diariamente, salientando que a decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) não autorizou a cobrança na via expressa até a realização de uma audiência que está marcada para o próximo dia 16.
Publicidade
A Prefeitura do Rio já recorreu da decisão que devolve a administração da Linha Amarela à concessionária.
A Lamsa esclarece que "a cobrança do pedágio é consequência lógica da prestação do serviço, que segue sendo realizado desde setembro de 2020 sem qualquer remuneração".