Pai de um deles fez desabafoReprodução/TV Globo

Rio - Caio Gabriel dos Santos Bernardes, de oito anos e Victor Eduardo Soares Guimarães, de 10, receberam alta do Hospital Adão Pereira Nunes, na noite deste domingo (03). A informação foi confirmada pela Secretaria Estadual de Saúde (SES). Os meninos foram baleados no período da tarde, em uma praça, em Saracuruna, no município de Duque de Caxias. O pai de Vitor, Evandro Guimarães disse que diversas crianças brincavam no local no momento dos tiros.
"Ouvimos o estampido, vários tiros e saímos correndo porque as crianças estavam brincando na praça[...] Meus vizinhos trouxeram o Vitor baleado, sangrando[...]É uma sensação horrível. Que pai nenhum passe por isso porque é muito doloroso. No Rio de Janeiro não tem mais lugar seguro", disse em entrevista ao Bom dia Rio. 
Segundo os moradores, o tiroteio começou quando um carro passou ao redor da Praça da Assembleia e dois homens encapuzados foram vistos atirando contra uma terceira pessoa que estava no local. Evandro diz que a bala entrou pela virilha e perfurou o corpo do filho. Vitor foi baleado na coxa e Caio no quadril.
"Um domingo a tarde, a praça cheia de criança. Umas crianças no ping pong, outras jogando basquete e de repente vem um monte de tiro e você vê seu filho lá baleado", desabafou.
O caso foi encaminhado à 60ªDP (Saracuruna) e responsáveis pelas crianças já prestaram depoimento.