Chegada do primeiro lote de doses pediátricas de vacina contra a covid-19 da Pfizer/BioNTech no BrasilDivulgação/Myke Sena

Rio - A Secretaria de Estado de Saúde (SES) vai receber, na madrugada desta sexta-feira (14), 93.500 doses de vacina infantil contra a covid-19 enviadas pelo Ministério da Saúde. As doses devem chegar ao Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão), às 0h45 e, na sequência, seguem para a Coordenação Geral de Armazenagem (CGA) da SES, em Niterói. As vacinas serão utilizadas na imunização de crianças de 05 a 11 anos em todo o estado.
"Eu vou levar meus filhos para serem vacinados, quando o calendário chegar na idade deles. É muito importante que pais e mães cuidem da saúde das crianças e garantam que sejam imunizados contra Covid-19. É uma ação educativa que ensina aos mais jovens que a saúde é de responsabilidade coletiva. Quanto mais vacina, melhor", afirmou o governador Cláudio Castro.
O município do Rio realizará a retirada do seu lote nesta sexta na parte da tarde. Os municípios das regiões Metropolitanas I e II fazem a retirada dos seus respectivos imunizantes no sábado (15), na CGA. Para as demais regiões do estado, os imunizantes serão entregues no sábado (15) por aeronaves, vans e caminhões.
"Na próxima semana, vamos completar um ano da imunização no Rio de Janeiro e mais de 75% da população com duas doses. A vacinação das crianças é, para nós, mais um marco histórico no combate à Covid-19. Como fizemos desde o início, vamos manter a logística de realizar a entrega das vacinas para os 92 municípios em até 48 horas", assegurou o secretário de Estado de Saúde Alexandre Chieppe.
A previsão é que, a partir desta segunda-feira (17), todos os municípios possam dar início à vacinação. A meta é vacinar cerca de 1,5 milhão de crianças de 05 a 11 anos em todo estado. A recomendação da SES é que sejam vacinadas, primeiro, crianças com comorbidades e indígenas, seguidas das faixas etárias do mais velho ao mais novo.