Uma força que nasce enraizada em Nova Iguaçu

Organização de hip hop de Morro Agudo está mudando a realidade de jovens da Baixada

Por Aline Cavalcante

Oficinas de grafite e eventos culturais acontecem no bairro. Objetivo é reduzir as desigualdades sociais, criar oportunidades de trabalho, cultura e lazer para jovens das periferia
Oficinas de grafite e eventos culturais acontecem no bairro. Objetivo é reduzir as desigualdades sociais, criar oportunidades de trabalho, cultura e lazer para jovens das periferia -

Rio - Da vontade de fazer hip hop, arte de rua e combater a desigualdade social e racial, nasceu o Instituto Enraizados. E os meninos e meninas da ONG de Morro Agudo, em Nova Iguaçu, viraram referência mundial após ganharem campeonatos do ritmo americano ao redor do mundo. Mas eles não vivem só de batalhas e rimas de rap. Saraus, grafites, festivais multiculturais e oficinas também são oferecidas à comunidade. O objetivo é construir uma realidade melhor para o bairro.

Criada em 1999, a ONG visa utilizar as artes integradas do hip hop como ferramenta de transformação social. "Quando o hip hop entrou na minha vida eu não imagina que ia me trazer tantas coisas boas e me levar a lugares tão distantes e fazer a diferença na vida das pessoas", lembra o fundador Dudu de Morro Agudo.

Dentre os projetos do grupo, o 'Galeria 20-26', que visa dar cara nova ao bairro. A ideia é desenvolver painéis grafitados nas principais ruas do bairro e colorir o local. "Queremos transformar a fisionomia antes deprimente das nossas ruas e criar uma galeria de arte urbana a céu aberto", explica Dudu.

Já o projeto 'Meu Bairro' existe para pensar em soluções para problemas do cotidiano, como melhorar o trânsito e limpar praças, entre outros. "Olhamos para nossa realidade e vemos o que podemos fazer com o que temos", afirma o DJ e produtor Dorgô.

Localizado na Rua Presidente Kennedy, 41, em Morro Agudo, o Espaço Enraizados também oferece cursos gratuitos e oficinas. E, em mais de 18 anos de atuação, os resultados são visíveis. Mais de cinco mil jovens já se formaram em DJ, grafite, MC e break dance.

Eventos

O Enraizados realiza quinzenalmente, às terças, às 18h, na Praça de Morro Agudo, os torneios de rimas, conhecido como 'Batalha de Morreba'. Já o sarau 'Poetas Compulsivos' acontece uma vez por mês, com competição de poesia autoral o próximo será dia 7 de julho, às 19h, no Boteco da Juliana. Outra evento é o 'Varau', brechó de moda acessível, com preços variando entre R$ 0,50 a R$ 15 futura edição será em 8 de julho, às 10h.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Oficinas de grafite e eventos culturais acontecem no bairro. Objetivo é reduzir as desigualdades sociais, criar oportunidades de trabalho, cultura e lazer para jovens das periferia Fernanda Dias
Projetos são desenvolvidos no Instituto Enraizados DIVULGAÇÃO
20/06/2018 - BAIXADA. Instituto Enraizados promovem eventos culturais na Baixada.Na foto: Caroline Tavares. Foto: Fernanda Dias / Agência O Dia. Fernanda Dias

Comentários