Diocese de Nova Iguaçu vai ganhar um novo bispo

Em setembro, o combativo Dom Luciano Bergamin deixará o cargo para a entrada de Dom Gilson de Andrade da Silva

Por O Dia

Troca de bispos na diocese de Nova Iguaçu -

A partir de setembro, a Diocese de Nova Iguaçu terá um novo bispo coadjutor. O carioca Dom Gilson Andrade da Silva vai substituir o italiano Dom Luciano Bergamim, que está no comando desde 2002. A diocese é responsável pelas igrejas católicas de sete cidades da região. Além de Nova Iguaçu, abrange Belford Roxo, Nilópolis, Queimados, Paracambi, Mesquita, Japeri e o distrito de Conrado, em Paulo de Frontin.

Dom Gilson é atualmente bispo auxiliar em Salvador, na Bahia, e deve assumir o novo cargo dia 1° de setembro. Uma festa será realizada para recebê-lo na cidade. Como bispo coadjutor, Dom Gilson cuidará da transição no comando da diocese. 

Dom Luciano deu as boas-vindas ao seu sucessor com votos de êxito na nova missão. "Desejo que ele tenha serenidade para desempenhar este papel e seja um período de novas experiências, desafios e aprendizado como foi para mim. Ele vem para colaborar com a comunidade cristã e vai ser muito bom", vislumbra o padre, que iniciou a vida religiosa em 1961 e é, atualmente, o vice-presidente da regional da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Nascido no dia 11 de setembro de 1966, no Rio de Janeiro, Dom Gilson recebeu a ordenação sacerdotal em 4 de agosto de 1991, na Catedral de Petrópolis. Em 2011, foi nomeado bispo titular de Noba e auxiliar de São Salvador da Bahia, recebendo a ordenação episcopal alguns meses depois.

Galeria de Fotos

Troca de bispos na diocese de Nova Iguaçu Reprodução de internet
Dom Gilson (na foto maior) vai ocupar a vaga deixada por Dom Luciano Reprodução de internet
Troca de bispos na diocese de Nova Iguaçu Reprodução de internet

Comentários

Últimas de O Dia na Baixada