Ventania com chuva causa queda de árvores e deixa vários bairros sem energia

Problema começou na tarde de domingo e, segundo a Light, ainda existem casos pontuais falta de luz. Clientes reclamam da demora

Por adriano.araujo , adriano.araujo

Rio - A belíssima cerimônia de encerramento das Olimpíadas do Rio, no Maracanã, não foi vista por todos os moradores do bairro. A forte ventania acompanhada de chuva causou queda de árvores e interrompeu o fornecimento de energia em diversas regiões da cidade. Alguns estão há mais de 12h com o fornecimento interrompido e as quedas de árvores são contabilizadas em vários pontos na manhã desta segunda-feira.

De acordo com a Light, a maioria dos clientes já tiveram a energia restabelecida e a empresa apura os casos de pessoas que ainda permanecem sem luz. Equipes — aumentadas em 30% do seu efetivo — seguem trabalhando para normalizar o fornecimento na Tijuca, Laranjeiras e Jacarepaguá. 

Queda de árvore e poste fecha Rua Sousa Franco, em Vila IsabelSeguidor %40iungneto / O Dia 24 Horas

De acordo com a Comlurb, foram recebidas 60 ocorrências de quedas de ávores desde ontem, sendo 40 delas solucionadas até as 23h de domingo. As demais se encontram em fase execução ou aguardando o apoio da Light no fim da manhã. A previsão de todos os cortes e remoções, é até o final da tarde de hoje.  

A um quilômetro do estádio do Maracanã, palco do encerramento das Olimpíadas, Fátima Filomena está sem luz desde as 20h, quando iniciou a cerimônia. Apesar dos poucos metros que a separa do palco da festa, ela não conseguiu assistir nem pela tevê. "Quando ela (a cerimônia) iniciou, escutei os fogos, por isso que fiquei sabendo. Já estávamos no escuro", contou. A moradora da Rua Santa Luíza contou que a reclamação já foi feita, mas não foi dada uma previsão. "A rua toda está sem luz, desde a esquina da São Francisco Xavier até a da Felipe Camarão. Várias ruas do entorno estão sem luz", disse.

Entretanto, ela minimizou ter ficado de fora do assunto da noite e clamou apenas pelo retorno da energia. "Não vi a cerimônia, mas não fazia nem questão de ver, só queria ter luz", pediu, revelando que sua sogra, de 85 anos, mora com ela. 

"No prédio tem muita gente idosa, fica complicado. Minha sogra tem 85 anos, olha a dificuldade? Ficamos com receio de ficar sem água, não tem a bomba por causa da energia."

Em bairros como Vila Isabel, Grajaú, Tijuca, Irajá, Barra e Recreio ainda existem reclamações de falta de energia nesta manhã. "Segundo a Light, o fornecimento será retomado às 12h55, ou seja, mais de 18 horas após a suspensão do serviço", disse um morador de Vila Isabel.

O saldo da forte ventania é visto na manhã desta segunda-feira na cidade. Há registros de quedas de árvores na Tijuca, Recreio, São Conrado, Humaitá e Urca. Equipes trabalham nos locais. 

O vendaval atingiu todo município, que ficou em estágio de atenção por quase 10h, retornando ao estágio de Prontidão Olímpica após a diminuição da intensidade do vento. As rajadas chegaram a mais de 120 quilômetros por hora em Copacabana, na Zona Sul, considerada muito forte.



Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia