Barcas sofrem redução de viagens

Linhas de Arariboia, Cocotá e Charitas serão alteradas a partir do dia 1º de novembro

Por gabriela.mattos

Rio - As viagens das barcas nas linhas Praça 15-Arariboia, Praça 15-Cocotá e Praça 15-Charitas serão reduzidas a partir do dia 1º de novembro. Na ligação entre a Praça 15, no Rio, e a Praça Arariboia, em Niterói, o ajuste será apenas nos domingos e feriados. As mudanças valerão para os dias úteis nas outras duas linhas, que continuarão sem operação nos fins de semanas e feriados.

Segundo a Secretaria Estadual de Transportes, “a medida visa readequar a operação nas linhas em horários em que há baixa demanda de passageiros, conforme levantamento apresentado pela CCR Barcas.” O órgão diz que a nova grade foi autorizada em caráter experimental, para racionalizar os custos da operação.

Na linha Praça 15-Praça Arariboia, o intervalo entre as saídas passará de 30 para 60 minutos aos domingos e feriados. Nesses dias, os horários da primeira e da última partida de Niterói (às 5h30 e às 23h30) e da primeira e da última saída do Rio (às 6h e às 23h) serão mantidos.

A ligação Rio-Cocotá passará a ser realizada com apenas três viagens pela manhã, no sentido Praça 15 (às 6h, 8h e 9h20) e três no período da tarde e noite no sentido Cocotá (às 17h30, 18h40 e 19h50). O governo informou que, devido à baixa demanda, as viagens nos demais horários serão suprimidas e haverá reforço de oito linhas de ônibus que seguem para o Centro do Rio (321, 322, 323, 324, 325, 326, 327 e 328).

A operação da linha Praça 15-Charitas será interrompida entre 12h e 16h e os intervalos entre as viagens serão ajustados de 15 para 20 minutos nos horários de pico. Como alternativa, das 12h às 16h, além da Linha Arariboia–Praça XV, haverá reforço nas linhas de ônibus sociais e seletivos (740D, 750D, 760D, 775D, 1905D, 1910D e 2750D).

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia