Mais Lidas

Japeri em busca de mais qualidade de vida

Prefeito Carlos Moraes quer gerar empregos e promover cultura

Por lucas.cardoso

Rio - O prefeito de Japeri, Carlos Moraes (PP), pretende realizar uma pequena revolução na cidade. Quer empregar, dentro do município, 70% da população, que, hoje, depende dos postos de trabalho do Rio para se sustentar. Para atingir tal meta, ele desenvolve um projeto de atração de empresas chinesas, coreanas e nacionais.

"Vamos acabar com o conceito de cidade-dormitório, que eu abomino. O cidadão acorda às 3h para ir trabalhar. Ficar 50 anos vivendo assim não dá. Quero criar uma cidade onde as pessoas produzam. Temos diversos setores, de fábricas de laminado até laboratórios veterinários", destaca Carlos Moraes.

Segundo o prefeito%2C violência preocupa e combate precisa ser integradoEstefan Radovicz / Agência O Dia

Para o prefeito, a chegada das empresas à cidade tem um papel fundamental na saúde. Segundo ele, os planos de saúde oferecidos aos trabalhadores pelos novos agentes econômicos vão reduzir a demanda por atendimento nos hospitais públicos de Japeri, que, assim, "atenderão melhor os mais pobres".

O prefeito pretende ainda aproximar a escola da comunidade através de eventos culturais. "Queremos motivar os educadores a participarem mais efetivamente da vida da cidade. Já fizemos feiras literárias e festas folclóricas para agregarmos escola e comunidade", conta Moraes.

O prefeito ainda acrescenta que Japeri é vítima da violência que assola o Estado do Rio e, portanto, procura sensibilizar o governador Luiz Fernando Pezão para aumentar o efetivo policial. "Com o processo de pacificação do Rio, muitos bandidos fugiram para a Baixada. Precisamos integrar a segurança em toda a Região Metropolitana", acredita.

Reportagem do estagiário Gustavo Cortês sob a supervisão de Luiz Almeida

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia