São Gonçalo aplica primeira e segunda doses, além de reforço e adicional. Divulgação PMSG - Foto: Júlio Diniz

A Secretaria de Saúde e Defesa Civil de São Gonçalo vacina todos os gonçalenses com mais de 12 anos contra o coronavírus em 13 pontos de vacinação. De acordo com as informações, 11 locais funcionam, das 8h às 17h. As clínicas gonçalenses do Mutondo e Dr. Zerbini, no Arsenal, funcionam das 8h às 21h.

Segundo a Prefeitura, todas as unidades têm o imunizante da Janssen. "Ele está sendo aplicado nos gonçalenses com mais de 18 anos e que têm intervalo de mais de dois meses da dose única. A secretaria continua aplicando as outras vacinas contra o coronavírus em toda a população com mais de 12 anos com a primeira e segunda dose, esta para quem tem intervalo de 21 dias", informou o Executivo no texto.

A dose de reforço está disponível para todos com mais de 18 anos e que tenham tomado a segunda dose há mais de quatro meses. A dose adicional dos imunossuprimidos está sendo aplicada naqueles que têm mais de 28 dias de intervalo da segunda dose. E a dose de reforço está sendo aplicada naqueles que já tomaram a dose adicional há mais de quatro meses.

Para a aplicação da primeira dose, as pessoas com mais de 18 anos precisam levar carteira de vacinação e cartão do SUS ou CPF. Os menores de 18 anos devem apresentar caderneta de vacinação, cartão do SUS ou CPF, identidade e ir acompanhado de uma pessoa responsável com mais de 18 anos.

Para a segunda dose, é obrigatório apresentar documento de identidade e o comprovante de vacinação da primeira dose. Para a dose de reforço é necessário levar identidade e comprovante de segunda dose. Para a dose adicional e de reforço dos imunossuprimidos, o comprovante da segunda dose aplicada/dose adicional, identidade e o comprovante/laudo da doença imunossupressora, respectivamente.

Balanço – Segundo a Prefeitura, desde o início da campanha, a cidade vacinou 741.770 pessoas com a primeira dose ou dose única. Destas, 22.255 receberam a vacina da Janssen. "Ao todo, 32.633 trabalhadores da saúde, 138.048 idosos com mais de 60 anos, 1.765 funcionários e pessoas em Instituições de Longa Permanência (Ilpis), 105 pessoas de residências terapêuticas, dois indígenas, 84.998 pessoas com comorbidades, 1.357 pessoas com deficiência permanente, 8.282 trabalhadores da educação, 414 trabalhadores das forças de segurança e salvamento, 2.961 acamados, 391.397 pessoas da população em geral com mais de 18 anos, 3.907 pessoas privadas de liberdade, 270 pessoas em situação de rua, 311 portuários, 65.557 adolescentes entre 12 e 17 anos e 9.697 gestantes, puérperas e lactantes foram vacinados", informou o poder público no comunicado.

"Ao todo, 626.648 pessoas foram imunizadas com a segunda dose. Com a dose de reforço estão vacinados: 100.696 idosos, 1.369 imunossuprimidos, 1.241 acamados, 9.407 profissionais de saúde, 22 gestantes, 20 profissionais da educação, 14 pessoas com deficiência permanente e 24.042 pessoas da população em geral tomaram a dose de reforço ou adicional", finalizou o Executivo no texto.

Os locais de vacinação continuam sendo: o Polo Sanitário Dr. Washington Luiz, Zé Garoto, o Salão do Clube Mauá, Centro, a Clínica Gonçalense do Mutondo, o Polo Sanitário Dr. Hélio Cruz, Alcântara, a Clínica da Família Dr. Zerbini, Arsenal, o Polo Sanitário Rio do Ouro, o PAM Coelho, o Cras Vista Alegre, o PAM Neves, a Umpa Pacheco, o Polo Sanitário Paulo Marques Rangel, Portão do Rosa, o Polo Sanitário Jorge Teixeira de Lima, Jardim Catarina e a Clínica Municipal do Barro Vermelho.
Já o Ponto com drive thru continua localizado no Campo do Clube Mauá, no Centro.