A confecção das máscaras segue os protocolos de higienização e são todas embaladas e fechadas - Mão que Abençoam
A confecção das máscaras segue os protocolos de higienização e são todas embaladas e fechadasMão que Abençoam
Por O Dia
Saquarema - O grupo Mãos que Abençoam se solidarizou com a situação causada pela Covid-19 e passou a confeccionar máscaras de proteção contra o Novo Coronavírus.
As máscaras são confeccionadas nas casas das integrantes do grupo, que seguem as normas de quarentena e isolamento social.
Publicidade
Segundo Ana Amélia, uma das integrantes e representante do grupo, todo o procedimento é feito com muito cuidado, do início da confecção a embalagem. Depois de confeccionadas as máscaras são passadas a ferro quente e embaladas.

Galeria de Fotos

A confecção das máscaras segue os protocolos de higienização e são todas embaladas e fechadas Mão que Abençoam
A confecção das máscaras segue os protocolos de higienização e são todas embaladas e fechadas Mão que Abençoam
A confecção das máscaras segue os protocolos de higienização e são todas embaladas e fechadas Mão que Abençoam
A confecção das máscaras segue os protocolos de higienização e são todas embaladas e fechadas Mão que Abençoam
A confecção das máscaras segue os protocolos de higienização e são todas embaladas e fechadas Mão que Abençoam
A confecção das máscaras segue os protocolos de higienização e são todas embaladas e fechadas Mão que Abençoam
A confecção das máscaras segue os protocolos de higienização e são todas embaladas e fechadas Mão que Abençoam
A confecção das máscaras segue os protocolos de higienização e são todas embaladas e fechadas Mão que Abençoam
Publicidade
Desde o início da pandemia, mais de 2.000 máscaras foram distribuídas nos locais de maior aglomeração do município, como filas de bancos, clínicas, postos de saúde e locais de vacinação.
"Muitas máscaras já foram entregues. Tenho muito orgulho de fazer parte deste grupo tão comprometido e abençoado, que não mede esforços para ajudar e abraçar o próximo." - completa Ana Amélia.
Publicidade
No início do mês de abril, o Ministério da Saúde divulgou uma nota sugerindo à população que produzissem suas próprias máscaras caseiras utilizando tecidos – algodão, tricoline ou TNT, desde que higienizadas de forma correta.