Guarda Municipal do Rio assassinado em São João de Meriti

De acordo com testemunhas, o assassinato ocorreu na casa dele. Horas antes, teria discutido com supostos traficantes da área

Por FRANCISCO EDSON ALVES

Erik Araújo, de 41 anos, era lotado no Grupamento de Guardas Motociclistas (GGM), da GM-Rio
Erik Araújo, de 41 anos, era lotado no Grupamento de Guardas Motociclistas (GGM), da GM-Rio -

Rio - A assessoria de imprensa da Guarda Municipal do Rio de Janeiro (GM-Rio) confirmou agora há pouco a morte do guarda municipal Erik Araújo, de 41 anos, lotado no Grupamento de Guardas Motociclistas (GGM), da GM-Rio. Segundo as primeiras informações que chegaram à corporação e à Polícia Civil, Erik foi assassinado na noite desta segunda-feira, em sua casa, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense.

De acordo com informações recebidas por colegas da corporação, Erick teria supostamente discutido com alguns usuários de drogas nas imediações de sua residência e, de madrugada, o grupo teria invadido a casa dele e o matado. A Divisão de Homicídios faz perícia no local neste momento. 

Em nota, a Guarda Municipal lamentou a morte do servidor, que, segundo a corporação, estava há sete anos em suas fileiras.  "A Guarda Municipal acompanha as investigações e prestará todo auxílio necessário à família do servidor", diz outro trecho da nota.

Comentários