Tom Brady, do New England Patriots - AFP
Tom Brady, do New England PatriotsAFP
Por

EUA - Os olhos do mundo do esporte estarão voltados neste domingo à noite para o U.S. Bank Stadium, em Minneapolis (EUA), onde será realizada a 52ª edição do Super Bowl, a final da NFL, a liga profissional de futebol americano. De um lado, o New England Patriots, comandado pelo veterano Tom Brady (mas pode chamá-lo de marido da Gisele Bündchen) e que parte em busca do sexto título. Do outro, o Philadelphia Eagles, que tenta seu primeiro troféu.

Mas o que mais chama a atenção nesse evento não está em campo nem é visível a olho nu. O Super Bowl é o terceiro evento esportivo de maior audiência do planeta, atrás apenas de Copas do Mundo e Olimpíadas. A expectativa é que hoje 113 milhões de aparelhos de TV só nos EUA estejam sintonizados na partida. A curiosidade fica por conta de um pico de audiência registrado no intervalo, quando é realizado um show de uma celebridade. Nesse período, o número sobe para 118 milhões de aparelhos ligados. Este ano, o espetáculo será do cantor pop Justin Timberlake.

A final da NFL, no entanto, deixa todo mundo para trás quando o assunto é publicidade. De acordo com a revista americana 'Forbes', o preço médio de 30 segundos de propaganda durante os intervalos do jogo está na casa de 5 milhões de dólares. Segundo a 'NBC', rede de TV que detém os direitos de transmissão do Super Bowl, o gasto total em comerciais alcançará os 500 milhões de dólares. Para ter a exclusividade de transmissão, a 'NBC' paga anualmente 950 milhões de dólares à NFL.

A NFL ainda movimenta boa parte dos maiores salários do mundo esportivo. Os Eagles têm a quarta maior folha salarial entre as 30 franquias da liga, destinando 151 milhões de dólares anuais para pagar a seus atletas. Os Patriots aparecem em 12º: 132 milhões de dólares. Entre os atletas que estarão em campo, quem recebe a maior bolada é o defensive tackle (o jogador central da linha de defesa) Timmy Jernigan, dos Eagles, com salário anual de 11 milhões de dólares. O superastro Tom Brady, dos Patriots, recebe 'só' 1 milhão de dólares na temporada, mas, por conta de seu contrato, que prevê uma diminuição nos ganhos de acordo com a idade. Mas Brady é insuperável se levar em consideração todos os ganhos obtidos na carreira: 197 milhões de dólares.

Você pode gostar
Comentários