O experiente Almir, de 35 anos, comanda o meio-campo do Bangu na semifinal de hoje à tarde, contra o Boavista, no Estádio Nilton Santos - JOÃO CARLOS GOMES/BANGU
O experiente Almir, de 35 anos, comanda o meio-campo do Bangu na semifinal de hoje à tarde, contra o Boavista, no Estádio Nilton SantosJOÃO CARLOS GOMES/BANGU
Por ASSINATURA REPÓRTER ??????? ??? ?

No jogo mais importante para as duas equipes no últimos anos, Bangu e Boavista se enfrentam hoje, às 17h, no Estádio Nilton Santos, pela semifinal da Taça Guanabara. Bicampeão carioca (1933 e 1966), o time da Zona Oeste busca reviver seus tempos de glória, enquanto o Verdão de Saquarema sonha conquistar seu primeiro título de expressão, que escapou por pouco há sete anos.

Desde 2012 sem disputar a semifinal de um turno do Campeonato Estadual, o Bangu tem a seu favor a experiência do técnico Alfredo Sampaio para chegar à decisão. Ele foi campeão da Taça Guanabara em 2006, com o Madureira, na última vez em que um clube de menor investimento conquistou o título. Em sua quarta passagem pelo time da Zona Oeste, o treinador de 59 anos espera dificuldades para a partida decisiva.

"A expectativa é de fazer um bom jogo, repetir as atuações que estamos tendo ao longo da competição e chegar à final. Vai ser um jogo difícil. O Boavista não se classificou à toa, é uma equipe de qualidade. Mas acho que o Bangu vem fazendo boas apresentações, a equipe está bem focada, e a expectativa é de conseguir essa vaga para a final", disse Alfredo Sampaio.

DESFALQUES NOS DOIS TIMES

Já o Boavista, que avançou à final na única vez em que conseguiu passar da fase de grupos da Taça Guanabara, em 2011, aposta no vitorioso elenco comandado pelo técnico Eduardo Allax. Somando as conquistas dos jogadores do Verdão ao longo da carreira, são seis Campeonatos Brasileiros e duas Copas do Brasil no currículo.

Para o jogo de hoje, as duas equipes terão desfalques importantes. O Bangu não poderá contar com o zagueiro Michel, autor do primeiro gol no jogo da classificação contra a Cabofriense.

Já o Boavista não terá o meia Erick Flores, artilheiro da equipe no Campeonato Carioca, com dois gols. Ambos receberam o terceiro cartão amarelo na última rodada da fase de grupos.

Você pode gostar
Comentários