Hernane descarta retorno ao Flamengo em breve: 'Eu quero continuar no Bahia'

Jogador afirmou não estar 'fechando as portas' para o time da Gávea, mas garantiu que pretende cumprir seu contrato

Por O Dia

Rio - O nome de Hernane Brocador tem assunto recorrente no Flamengo, nos últimos tempos. Após Rodrigo Caetano, diretor executivo do clube, afirmar que gostaria de contratá-lo novamente para reforçar a equipe no Campeonato Brasileiro, foi a vez do próprio atacante se manifestar sobre o interesse rubro-negro. O jogador, atualmente defendendo o Bahia, afirmou que não pretende voltar à Gávea em breve, mas garantiu não estar 'fechando as portas' para o clube.

"Eu fico feliz pelo interesse do Flamengo, mas tenho contrato com o Bahia, estou bem aqui e quero cumprir meu contrato. Já falei com o meu empresário e ele sabe da minha vontade. Não estou fechando a porta para o Flamengo, mas quero continuar no Bahia", disse Hernane, em entrevista à 'Rádio Tupi'.

Quem também aproveitou a ocasião para demonstrar sua insatisfação com as atitudes do Flamengo, foi vice-presidente geral do Bahia. Pedro Henriques garantiu que as atitudes do Rubro-Negro para tentar contar com Hernane novamente 'não foram corretas', já que o próprio clube não foi procurado oficialmente. Além disso, o dirigente afirmou que não pretende liberar o jogador.

"Primeiro a gente lamenta a postura do Flamengo. Porque se tem interesse, o correto de se fazer no futebol, e o Flamengo gosta muito de se colocar como o clube correto no Brasil, era procurar o Bahia, já que tem contrato com o jogador. Não só temos o contrato, como também 25% dos direitos econômicos e a opção de comprar mais 25%, renovando automaticamente o vínculo dele por mais dois anos. Estamos conversando com o empresário para exercer essa cláusula contratual", disse Pedro Henriques, que completou:

"O correto não é pedir para jogador ligar para o Hernane ou forçar uma barra com o empresário do atleta e sim entrar em contato com o clube. O Bahia trabalha corretamente e afirmo que o Flamengo não nos procurou. O Hernane tem uma história bacana com o Flamengo, mas ele está feliz no clube, serve de exemplo para os jogadores mais jovens, então não temos a mínima vontade de liberar o jogador. Se o Flamengo quiser pagar a multa e o Hernane quiser ir embora é uma outra situação."

O Flamengo revelou interesse em contratar o Brocador no mês de maio, durante uma reunião da CBF. O grande impasse encontrado é a situação pendente com o Al Nassr, que comprou o jogador em 2014, e não pagou cerca de 4,5 milhões de euros ao Rubro-Negro. Atualmente, o clube briga na Corte Arbitral do Esporte para receber o valor. Caso leve adiante a contratação do atleta durante o processo, corre o risco de perder a ação.