Vans e micro-ônibus voltam às ruas a partir deste fim de semana

Em etapa crucial da implantação do novo sistema de transporte público, cerca de 100 permissionários vão se somar aos ônibus que supriram sua ausência no período de transição

Por O Dia

As primeiras vans vistoriadas devem voltar às ruas de Campos em duas semanas. Mais de 80 veículos já foram inspecionados
As primeiras vans vistoriadas devem voltar às ruas de Campos em duas semanas. Mais de 80 veículos já foram inspecionados -
Campos — Um momento crucial para a implantação da nova estrutura do transporte público de Campos vai ter início neste fim de semana, quando os primeiros permissionários de vans e micro-ônibus começam a assumir suas linhas no que se batizou de sistema alimentador. A eles caberá o transporte dos usuários das regiões, distritos e localidades mais afastadas até os limites do centro urbano, de onde os ônibus assumem o controle.
O período de transição, iniciado há 30 dias, com os ônibus assumindo toda a rede e a retirada das vans para regularização e instalação de equipamentos como o GPS, tem gerado alguns transtornos, ansiedade e reclamações, principalmente dos motoristas de vans já dentro das exigências e que aguardavam o número mínimo de veículos necessário para a nova fase do sistema se iniciar.
“Estamos dando um passo importantíssimo, com a liberação das ordens de serviço daqueles que ganharam a licitação, apresentaram seus veículos e estão com os certificados em mãos”, comentou o presidente do Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT), Felipe Quintanilha. “No início da operação, cerca de 100 veículos serão somados ao sistema”.
Nesta primeira etapa do retorno das vans e micro-ônibus às ruas, elas vão operar juntamente com os ônibus que estavam suprindo sua ausência. Gradativamente, com a retomada total dos veículos de menor porte, os ônibus serão reduzidos conforme previsto.
Fiscais do IMTT e da Secretaria Municipal de Segurança Pública vão garantir o cumprimento das novas regras, dos horários, além de orientar os passageiros. O aplicativo Mobi, que já permite o acompanhamento em tempo real da movimetação dos ônibus, também passará a registrar imediatamente as vans e micro-ônibus.
O próximo passo é a implementação do sistema de bilhetagem eletrônica, que vai proporcionar ao usuário o pagamento de apenas uma passagem no translado de sua residência até o centro da cidade. Os permissionários terão 60 dias para fazer a instalação do equipamento necessário.
“Estamos passando por um momento de revolução no setor de transporte. Muitas melhorias já foram feitas e virão outras por aí”, exaltou Quintanilha.

Comentários