Fique atento à saúde de seu petReprodução/TheDodo

Rio - É comum que muitos tutores comprem ração a granel para cães e gatos, como uma forma de economizar e evitar desperdício, comprando um grande saco de comida que o pet não dará conta de consumir antes do prazo de validade.
Contudo, em muitas casas de ração, esse alimento pode ficar dentro da própria embalagem aberta ou em recipientes separados, abertos e expostos. Esse armazenamento prejudica o alimento e faz mal ao animal, por isso são diversas as razões pelas quais não se deve comprar um alimento nessas condições.
Publicidade
A médica veterinária Mayra Susenko diz que as embalagens de ração são planejadas e feitas especialmente para armazenar o alimento, visando manter pelo máximo de tempo possível as qualidades nutricionais. “Quando expomos a ração à luz, umidade e calor, ela inicia um processo de oxidação e perda das suas características principais, sendo mais suscetível à proliferação de microrganismos como bactérias e fungos que podem promover desde uma crise de diarreia até problemas neurológicos nos animais”.
Alimentos abertos, como ração e petiscos, atraem outros animais como roedores e insetos, além de sofrer os efeitos da oxidação. “É muito difícil cuidar para que um alimento já aberto possa ser comercializado em sua melhor forma e segurança para o consumo”, explica a veterinária. Diferente do alimento que abrimos em casa, que sabemos quando foi aberto e mantemos armazenados da melhor maneira possível, não se pode ter certeza de que estabelecimentos comerciais façam o mesmo.
Publicidade
Ao ficar exposta por um tempo maior do que o determinado, a ração perde a crocância, o cheiro e o sabor e, além disso, o alimento envelhecido perde boa parte dos nutrientes, como vitaminas e proteínas, “no final o animal acaba se alimentando apenas de ‘farinha’”, afirma a veterinária.

Você viu?

Risco de contaminação
Publicidade
Mayra Susenko explica que existem chances do alimento sofrer algum processo de contaminação, principalmente quando as pessoas costumam pegar a ração com a mão. “Nestes casos, de ração a granel, a higiene do local e dos potes precisa ser muito rigorosa e contínua, não deve haver contato direto da mão no alimento e os produtos devem permanecer tampados o máximo de tempo possível”. Ela ainda ressalta que fungos, bactérias e vírus presentes no ar, na mão e no próprio coletor de ração podem facilmente contaminar o alimento.
Meios corretos de armazenar
Publicidade
Mesmo comprando o produto em uma embalagem fechada, ao chegar em casa, este será aberto. A veterinária indica que a melhor forma de armazenar é manter na embalagem original, a deixando o mais fechada possível, longe de umidade, luz e sem acesso fácil para outros animais. “Se quiser colocar em um pote de armazenamento, coloque a embalagem com a ração, bem fechada, dentro do pote. Não a ração diretamente”, ensina.
As embalagens podem não ser atraentes, mas é preciso entender que foram pensadas para realizar exatamente essa função de guardar e proteger aquele alimento em específico, diferente dos potes que podem servir para milhares de outras funções.