Carregador de carros elétricos é realidade no Rio

Ilha Pura, bairro planejado na Barra da Tijuca, foi pioneiro na implantação

Por Cristiane Campos

Ponto de recarga para carros elétricos é um dos diferenciais da Ilha Pura na Barra da Tijuca
Ponto de recarga para carros elétricos é um dos diferenciais da Ilha Pura na Barra da Tijuca -
Os condomínios com carregadores de carros elétricos estão ganhando cada vez mais destaque e passam a fazer parte de projetos imobiliários em diversos bairros da cidade. Para se ter ideia, no bairro planejado Ilha Pura, da Carvalho Hosken na Barra da Tijuca, essa tendência já é realidade para os moradores e foi palco recentemente de um test drive da Peugeot para apresentar o novo modelo 208 e GT com motor totalmente elétrico. “Todos os condomínios da Ilha Pura contam com carregadores para carros elétricos. O que parecia um futuro distante é uma realidade que a Carvalho Hosken identificou no desenvolvimento do projeto. Os pontos de recarga são uma das iniciativas sustentáveis do bairro planejado, que é o primeiro da América Latina a receber o mais importante certificado de sustentabilidade do mundo, o selo LEED ND ”, afirma Yone Beraldo, gerente de Marketing da empresa.

A Ilha Pura abriga hoje 1.800 moradores, oferecendo segurança 24 horas, áreas de lazer exclusivas para cada condomínio, além de um parque de 72 mil metros quadrados com lagos, ciclovias, equipamentos de esporte e lazer para todas as idades, espetáculo das águas, gazebos, banheiros e pergolados, entre outros.

Clínica Ivo Pitanguy recebe residencial de luxo

Casarão, patrimônio do Rio, onde funcionava a clínica Ivo Pitanguy, é reaberto. Local vai receber residencial com apenas 39 unidades - Divulgação
A Bait Incorporadora está lançando neste mês o empreendimento que será construído no terreno da Rua Dona Mariana, em Botafogo, onde ficava a famosa clínica Ivo Pitanguy. Como homenagem ao grande cirurgião plástico brasileiro, o residencial foi batizado de IVO e terá apenas dois blocos, com 39 apartamentos de dois e quatro quartos, gardens e coberturas dúplex

E, pela primeira vez, o edifício do estilo eclético está aberto para o grande público. A Bait vai preservar a casa ali presente, de acordo com as determinações do Instituto Rio Patrimônio da Humanidade (IRPH), como também fará o diagnóstico técnico da casa para realizar o restauro de sua fachada para utilização da parte interna como áreas comuns do empreendimento.

"Ter a casa preservada em estilo eclético na composição da arquitetura é um privilégio em todos os aspectos e iremos destacá-la com mais visibilidade para a rua, o que antes ficava por trás do muro. Para isso, contratamos o trabalho de importante empresa de arquitetura e restauração, a Astorga, orientada para a preservação de patrimônio histórico e cultural brasileiro", diz Henrique Blecher, sócio e CEO da Bait.

Comentários