A psicanalista Renata BentoDivulgação

Rio - "Estou me separando e estou insegura sobre a guarda dos nossos filhos. Qual é a guarda mais indicada e mais saudável emocionalmente para as crianças?" (Maria Angélica, Jacarepaguá, RJ)

Atualmente, a guarda compartilhada é a regra mais indicada para o desenvolvimento emocional saudável das crianças. Esse modelo de guarda mantém a referência do pai e da mãe, tão importantes como alicerce na vida de uma criança. Ela garante uma convivência equilibrada que possibilita manter ou estreitar a relação dos pais com os filhos.

Na guarda compartilhada, os genitores são responsáveis pelo acompanhamento e decisões sobre a vida dos filhos. Do ponto de vista emocional, ela ajuda na manutenção dos vínculos afetivos. Os filhos se sentem amados e mais seguros se percebem que ambos desejam a convivência e têm interesse afetivo na vida deles.
Não custa lembrar que os reflexos de uma separação dependerão muito da forma como os pais lidam com o rompimento. As crianças se sentirão seguras se os pais cultivarem uma relação amigável e respeitosa, que preserva e valoriza a função parental.
Publicidade
A psicanalista Renata Bento, perita em Vara de Família, ressalta que os filhos são a parte mais frágil desse processo porque ainda não têm ainda desenvolvimento psíquico para compreender, por exemplo, as brigas do casal.
Casos Resolvidos: Breno Almeida (Oi), Alessandro Gomes (Banco do Brasil) e Afonso Meneses (Vivo)
Publicidade
Fale conosco: [email protected]
WhatsApp: (21) 99328-9328