Secretário de Fazenda não vê possibilidade de adoção do PCCS da Saúde

Luiz Cláudio Gomes ressaltou que lei de recuperação fiscal impede a medida

Por PALOMA SAVEDRA

Servidores da Saúde acompanharam todas as votações do plano de carreiras que ocorreram na Alerj
Servidores da Saúde acompanharam todas as votações do plano de carreiras que ocorreram na Alerj -

Rio - O secretário de Fazenda e Planejamento Luiz Cláudio Gomes não foi nada otimista em relação ao Plano de Carreiras, Cargos e Salários (PCCS) da Saúde. "É vedado pelo Regime de Recuperação Fiscal", declarou.

A lei que criou o RRF impede que, na vigência do plano de recuperação, os estados façam alteração da estrutura de carreira que implique aumento de despesa.

A pauta é debatida diariamente pela categoria, com apoio de deputados estaduais e federais. E, na quarta-feira, houve reunião entre os servidores e o governador Pezão.

Pezão ficou de tratar do assunto com o presidente Michel Temer. Porém, em meio à greve dos caminhoneiros e os assuntos envolvendo a paralisação, o governador ainda não conseguiu discutir o PCCS com Temer.

Comentários

Últimas de Servidor