Agentes de Segurança são capacitados para mediação de conflitos

Curso ocorreu nesta quinta-feira e foi ministro pelo Ministério dos Direitos Humanos em parceria com o Observa Rio e a Secretaria Estadual de Segurança

Por O Dia

Rio - Agentes de Segurança do Rio, além de lideranças comunitárias e servidores da Saúde e Educação, participaram, na quinta-feira, da 16ª edição do Curso Mediação Rápida de Conflitos, ministrado pelo Ministério dos Direitos Humanos, em parceria com o Observa Rio e a Secretaria Estadual de Segurança. Foi um dia inteiro de capacitação no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC).

No encontro, foram abordados temas sobre racismo institucional, intolerância religiosa, xenofobia e a capacitação em mediação rápida de conflitos.

Logo no início do curso, a Secretaria de Segurança - por meio da Subsecretaria de Educação, Valorização e Prevenção – apresentou uma novidade: o aplicativo de celular 'ValoraSeg'. A ferramenta foi criada para ampliar e padronizar o atendimento às vítimas de crimes associados a grupos de vulneráveis, como criança e adolescente; mulheres; LGBT e idosos, além de vítimas de intolerância religiosa e discriminação racial.

O app, que funcionará off-line em cada telefone, traz um passo a passo criado por policiais militares, civis e guardas municipais com orientações para atendimento mais qualificado.

O secretário nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Juvenal Araújo, ressaltou que o Curso de Mediação Rápida de Conflitos já capacitou mais de três mil profissionais. “É um trabalho em conjunto. Vamos auxiliar os agentes e as comunidades do Rio com a questão da abordagem e do respeito. O que se quer é a cultura de paz mais efetiva”, declarou Araújo.

 

Últimas de Servidor