Estado do Rio vai contratar outra empresa para fazer processamento de consignados

Escolha será por licitação; nesta quarta-feira, problemas técnicos deixaram sistema fora do ar

Por O Dia

Atualização cadastral foi exigida aos cerca de 400 mil funcionários da ativa, inativos e pensionistas
Atualização cadastral foi exigida aos cerca de 400 mil funcionários da ativa, inativos e pensionistas -
O sistema que faz o processamento dos empréstimos consignados dos servidores ativos, aposentados e pensionistas do Estado do Rio ficou fora do ar, pela manhã e início da tarde desta quarta-feira, por conta de um problema técnico. O governo fluminense informou que o sistema já voltou a funcionar plenamente. E que, para prestar um melhor serviço, vai realizar uma licitação para a contratação de uma nova empresa.
Essa outra contratada fará o processamento dos empréstimos. E, de acordo com o governo, será uma empresa capaz de transferir a sua tecnologia. "Ao final desse processo o estado terá condições de executar a prestação do serviço de forma independente", informou o Executivo por meio de nota.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários