Previ-Rio deposita benefícios nesta segunda-feira

Por O Dia

Dependentes de servidores municipais devem requerer os benefícios no instituto de previdência
Dependentes de servidores municipais devem requerer os benefícios no instituto de previdência -
O Previ-Rio deposita, nesta segunda-feira (10 de junho), mais um lote de benefícios assistenciais para servidores ativos, aposentados e pensionistas, totalizando R$ 134 mil.

Serão pagos 260 auxílios medicamentos (para funcionários com doenças graves), com desembolso total de R$ 56 mil.

O instituto deposita também mais um lote de pecúlio, no valor de mais de R$ 30 mil, para dependentes de ex-servidores. O pecúlio representa um provento ou remuneração do servidor falecido e é pago a um ou mais beneficiários designados pelo segurado ou, na falta de indicação, na seguinte ordem de preferência: cônjuge ou companheiro; filhos; pais e irmãos menores de 21 anos ou inválidos, desde que economicamente dependentes do servidor.

Também serão concedidos 64 créditos em auxílio-natalidade, cujo depósito total é de R$ 27 mil. O auxílio corresponde ao menor vencimento do município para cada filho de servidor ou servidora que nascer.

O Previ-Rio vai liberar ainda cerca de R$ 14 mil para 68 auxílios-moradia. Tem direito o funcionário da ativa, inativo, ou pensionista, sem casa própria e com mais de 65 anos e que receba vencimentos até quatro vezes o valor do salário-mínimo nacional (R$ 998), entre outros requisitos.

O Previ-Rio irá pagar também neste dia 10 auxílios-creche, com depósito total de R$ 5.163,44. Este benefício é para o servidor que recebeu menos de R$ 3.816, em dezembro de 2018, e que tenha filhos ou dependentes de idade entre 1 e 6 anos, esteja matriculado em creche particular oficialmente reconhecida, durante este ano.

O pecúlio pode ser requerido pelo Atendimento Programado,na pagina do Previ-Rio ou na Central de Atendimento do Previ-Rio, no térreo do Bloco 2 da Sede da Prefeitura, na Cidade Nova. As inscrições para os outros benefícios assistenciais podem ser feitas também pelo site, ou, de acordo com cada caso, diretamente na Central de Atendimento do Instituto.

Comentários