Servidores querem parar durante os jogos da seleção do Brasil na Copa feminina

Apoio às mulheres tem como objetivo promover políticas de igualdade de gênero

Por PALOMA SAVEDRA

Seleção feminina venceu a Jamaica por três a zero
Seleção feminina venceu a Jamaica por três a zero -
O interesse cada vez maior da população pelo futebol feminino tem mobilizado os servidores do Estado do Rio. Afinal, por que a Copa do Mundo masculina é motivo para os órgãos públicos e as empresas pararem e o campeonato protagonizado por mulheres não?
Todos querem vê-las em campo. Por isso, a Associação dos Servidores do Ministério Público Estadual (Assemperj) fez, nesta terça-feira, um pedido oficial à instituição para que as atividades sejam paralisadas durante o período dos jogos do Brasil, sem que o funcionamento do MPRJ seja prejudicado.
Presidente da entidade, Flávio Sueth destacou que, muito mais do que assistir à partida, o objetivo é promover a igualdade de gêneros. "Entendemos que o MP deve, em sua função constitucional, estimular essa política", disse.
Sueth lembrou que há órgãos públicos de outros estados e diversas empresas do setor privado que já estão colocando essa ideia em prática e apoiando a Copa feminina. 
"O mais importante para nós não é a competição em si, mas a adoção de critérios e incentivos semelhantes aos adotados em relação ao campeonato masculino. É óbvio que ainda existe uma diferença de interesse e mobilização da população. A pergunta é exatamente o porquê disso se a seleção feminina tem a melhor jogadora do mundo e muitos resultados positivos ao longo dos anos", afirmou ele, que acrescentou: "Queremos que sejam adotados critérios e incentivos semelhantes aos adotados para o campeonato masculino". 
A entidade que representa os funcionários da Defensoria Pública Estadual (Asdperj) também fez a mesma solicitação. E os servidores poderão acompanhar a partida na instituição.
Aliás, o próximo jogo da seleção feminina será nesta quinta-feira, às 13h, contra a Austrália. No último domingo, o time venceu a Jamaica por três a zero.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários