TJ confirma depósito da primeira parcela do 13º em 29 de julho; MP do Rio paga no dia 31

Na Alerj, crédito caiu na conta de servidores ativos, aposentados e pensionistas na quarta-feira

Por PALOMA SAVEDRA

TJ enviou o PL à Alerj, em outubro, atendendo ao pleito dos servidores
TJ enviou o PL à Alerj, em outubro, atendendo ao pleito dos servidores -
A primeira parcela do décimo terceiro salário dos magistrados e servidores (tanto ativos, quanto inativos e pensionistas) do Tribunal de Justiça do Estado do Rio será paga em 29 de julho — ou seja, a data foi antecipada em dia, já que o depósito estava previsto inicialmente para o próximo dia 30. Já o Ministério Público Estadual (MPRJ) prevê o pagamento da primeira parte da gratificação em 31 de julho, segundo fontes do órgão.
Na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), o crédito da primeira cota do décimo terceiro saiu na quarta-feira (17 de julho), alcançando servidores ativos, aposentados e pensionistas, além dos deputados. Já a Defensoria Pública informou que a data de pagamento ainda será definida. E o Tribunal de Contas do Estado também pagou na quarta-feira a primeira parte da gratificação a seus funcionários da ativa, inativos e pensionistas.
Vale lembrar que não incidem descontos sobre essa primeira cota do abono. E a segunda parcela sempre vem com valor menor devido aos descontos para fins de Imposto de Renda e contribuição previdenciária.
TJ recebeu duodécimo
O presidente do TJ do Rio, desembargador Claudio de Mello Tavares, divulgou uma nota oficial no site do Tribunal nesta quarta-feira, confirmando a data do crédito.
De acordo com as informações do magistrado, o repasse do duodécimo pelo Tesouro Estadual ao caixa do Judiciário já foi feito nesta quinta-feira, reforçando a garantia do depósito no dia 29. 
A segunda parcela da gratificação está prevista para 20 de dezembro.
A transferência dos recursos financeiros pelo Poder Executivo foi fruto de negociação entre o presidente do TJ e o governador Wilson Witzel.
O desembargador Claudio de Mello Tavares ressaltou que os funcionários do Judiciário estão sem reajuste e, após Witzel confirmar o repasse durante entrevista à Tupi na terça-feira, Tavares enviou uma mensagem de agradecimento a ele.
MPRJ complementa com verba própria
O Ministério Público Estadual quitará a primeira parte do décimo terceiro do pessoal da ativa com recursos próprios. Já para pagar o valor devido aos aposentados e pensionistas serão usadas verbas oriundas do Rioprevidência. 
A data do depósito da segunda parcela ainda não está confirmada, mas integrantes do MPRJ afirmam que será em dezembro. 
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários