Agentes do Degase terão direito a pagamento do RAS

Governador Wilson Witzel sancionou lei aprovada na Alerj para ampliar pagamento do Regime Adicional de Serviço aos agentes de segurança socioeducativos do

Por O Dia

Será instaurada sindicância pela corregedoria do Degase para apurar se houve falha de procedimento
Será instaurada sindicância pela corregedoria do Degase para apurar se houve falha de procedimento -
Saiu nesta sexta-feira a publicação no Diário Oficial do Estado do Rio a sanção do governador Wilson Witzel ao pagamento do Regime Adicional de Serviço (RAS) para os agentes de segurança socioeducativos do Degase. Antes, a escala para hora extra alcançava apenas policiais civis e militares, bombeiros e agentes penitenciários.
A Lei 8475 de 2019, de autoria do deputado Bruno Dauaire (PSC), foi aprovada na Alerj e só faltava o aval de Witzel para valer. 
A ideia de implementar o RAS para servidores do Degase é defendida pela categoria, que há oito anos não tem concurso público. De acordo com o Sind-Degase, hoje, são cerca de 1.500 agentes e uma vacância de um quarto do quadro efetivo.
Reivindicações

De acordo com a entidade, o departamento possui 25 unidades ao todo - nove em regime fechado e 16 em regime semiaberto. E a categoria vem reivindicando algumas pautas desde o início do ano. 
Um dos pleitos dos funcionários é por melhores condições de trabalho, pois, de acordo com eles, as instalações estão muito precárias e não proporcionam um ambiente digno de serviço.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários