Aromaterapia: o poder dos óleos essenciais

Prática foi incluída no rol de procedimentos complementares do SUS em 2018 e tem se tornado cada vez mais popular

Por O Dia

Óleos naturais ajudam a manter a saúde em dia
Óleos naturais ajudam a manter a saúde em dia -
Insônia, baixa imunidade, estresse. Todos esses sintomas são muito comuns no dia a dia de quem desempenha várias funções e a aromaterapia é um tratamento complementar que vem se popularizando e passou a integrar a lista de procedimentos complementares do SUS em 2018. Mas você já ouviu falar nesta técnica e será que realmente funciona?
A aromaterapia é basicamente o uso de óleos essenciais e compostos aromáticos produzidos pelas plantas para atração de polinizadores ou defesa, portanto são substâncias que fazem parte da fisiologia do vegetal. Os egípcios foram um dos primeiros povos a usar esses óleos em benefício para a saúde, a limpeza da casa e até como ação repelente. Para entender um pouco mais sobre esta prática milenar, a coluna conversou com a botânica Juliana Barbosa, idealizadora da plataforma cosmética Omi Ifé, ressalta a importância de consultar um profissional antes de fazer uso dos óleos essenciais.
 - Existem diversos estudos científicos que comprovam a eficácia dos óleos essenciais, mas é importante saber as concentrações corretas, como diluir os compostos porque alguns deles podem provocar alergias ou dermatites tópicas, caso sejam aplicados de forma indevida – explica Juliana.
Cólicas
A sálvia esclareia e o gerânio são óleos essenciais que ajudam muito a aliviar as cólicas menstruais. Ambos devem ser misturados com óleos vegetais como o de côco ou o de oliva extravirgem e aplicados na região pélvica. As concentrações serão receitadas por um especialista.
Estresse e Insônia
A lavanda é indicada nesses casos porque acalma e pode ser usada como um aromatizador do quarto, por exemplo. Outra possibilidade é usar como óleo aplicando próximo ao nariz, entre as sobrancelhas, no peito e massagear. Como a lavanda tem o poder sedativo, a pessoa terá uma qualidade de dono muito melhor.
Candidíase
Geralmente a melaleuca é indicada para candidíase combinada com um óleo floral, que pode ser o gerânio ou a rosa branca, mas é extremamente importante que se procure um ginecologista e um aromaterapeuta. A candidíase pode ter um fundo emocional ou estar ligada a má alimentação, por exemplo e o profissional saberá exatamente quais são os elementos indicados de acordo com o caso específico.
Baixa imunidade
Para manter uma boa imunidade, o óleo essencial de olibano é super indicado. Ele pode ser usado para inalação antes de dormir ou no difusor pingando algumas gotinhas.
Repelente e aromatizador para casa:
300 ml de água
3 gotas de sabão neutro (sabão de côco, por exemplo)
10 gotas de óleo essencial de citronela
10 gotas de óleo essencial de capim limão
Modo de preparo:
Coloque todos os ingredientes num borrifador e agite. Essa mistura pode ser usada como repelente contra mosquitos e moscas e o capim limão tem um efeito importante contra ansiedade. Como é um repelente natural, pode ser usado em ambientes com crianças, bebês, pessoas alérgicas e até na cozinha.
Tão importante quanto o uso correto dos óleos essenciais, é a procedência desse material, para que se evite qualquer tipo de fraude. Então, fale com o aromaterapeuta de sua confiança e peça referência.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários