Passo a passo para uma depilação caseira e segura

Às vésperas do Dia dos Namorados, as mulheres que preferem a pele mais lisinha podem fazer a retirada dos pelos sem preocupação

Por O Dia

A temperatura da cera deve ser confortável para evitar manchas e queimaduras
A temperatura da cera deve ser confortável para evitar manchas e queimaduras -
Sim! Sabemos que o ideal é fazer a depilação num salão, com uma profissional capacitada, mas durante a pandemia, não dá. O Dia dos Namorados está aí e os salões estão fechados para garantir a nossa segurança. Então conversei com a dermatologista Aline Vieira e separamos um passo a passo com sete dicas pra você conseguir retirar os pelos com cera, que é o método em que os pelos são arrancados pela raiz, de forma segura, sem se machucar e ficar bem confortável para curtir o maridão ou o namorado que mora com você sem a menor preocupação.
Passo 1 – A preparação da pele
Antes de pensar em depilar, é muito importante garantir que a pele esteja hidratada. Então a dica da Dra. Aline Vieira é que uma semana antes da depilação, você faça a hidratação diária, além de esfoliação com bucha vegetal duas vezes durante o período de sete dias. Isso vai ajudar a desencravar pelos e evitar a foliculite, por exemplo.
- Especialmente durante o inverno é importante que a pele esteja hidratada para evitar que a cera sensibilize a região que está com a barreira cutânea aberta por falta de hidratação. O que isso quer dizer? O ressecamento cria micro rachaduras na pele que podem facilitar a entrada de vírus ou bactérias. A hidratação evita que isso aconteça – explica a especialista.
Passo 2 - A escolha da cera
O mercado tem várias ceras disponíveis, mas é muito importante fazer um teste de sensibilidade antes do uso e aplicá-la primeiramente em uma pequena região para ter certeza de que não causará alergia.
- A vantagem da utilização da cera é que o pelo é arrancado pela raiz, portanto, o crescimento é mais demorado, no entanto o processo é mais doloroso do que o uso de gilete ou creme depilatório, que são indolores – explica Aline.
-Cuidado com a temperatura da cera quente, na verdade ela deve ser morna, para evitar manchas, queimaduras e foliculite. A temperatura precisa ser confortável.
- Nunca, jamais reutilize a cera porque isso pode lhe causar problemas de saúde.
Passo 3 – Separe os materiais
Para fazer uma depilação segura, é indicado usar materiais descartáveis. Espátula, luvas, plásticos para descarte da cera. Tudo isso deve ser usado apenas uma vez.
Passo 4 – Banho
Com tudo já organizado, tome um bom banho. A pele precisa estar limpinha, sem resíduos de cremes ou óleos e também é importante que não tenha lesões porque elas podem ser uma ‘porta aberta’ para a entrada de fungos e bactérias.
Passo 5 – Sentido de aplicação da cera
A cera deve ser aplicada na direção do crescimento dos pelos para as pontas, respeitando o sentido em que nascem. Essa regra vale para todas as regiões do corpo. Quando numa mesma área, os pelos crescem para ambos os lados, é importante fazer aplicações diferentes, de acordo com o sentido de crescimento dos pelos.
Passo 6– Como puxar?
A retirada da cera deve ser rápida e na direção oposta ao crescimento do pelo. No fim da depilação, os pelos que sobrarem podem ser retirados com uma pinça. Não aplique a cera várias vezes no mesmo lugar para evitar manchas e até queimaduras.
Passo 7 – Para acalmar
Depois da depilação, é importante usar um gel calmante, que pode ser à base de camomila ou calêndula, por exemplo. Não exponha a área depilada ao sol e use sempre protetor solar.

Comentários