"Dendicasa": Festa Junina na Caixa faz sucesso e ajuda empreendedoras

Criatividade para manter viva a tradição

Por O Dia

Doces e caldos para alegrar quem ama festa junina e sente falta dos arraiás
Doces e caldos para alegrar quem ama festa junina e sente falta dos arraiás -
Cocada, bolo de milho, caldo verde, cuscuz. Essas delícias e muitas outras são famosas nesse período de festa junina, que começa em junho e pode se estender até agosto. Este ano, por conta da pandemia, as festas tradicionais e reuniões com aglomeração estão suspensas e o jeito foi improvisar. Nasceram as ‘Festas Juninas na Caixa’, uma forma de celebrar a data sem sair de casa.
Em Nova Iguaçu, a enfermeira aposentada Michela Francis descobriu o amor pela confeitaria depois de passar por um transplante renal. Primeiro vieram os doces, depois os bolos e a coisa cresceu. A Festa Junina na Caixa do Delícias da Mixa (@deliciasdamixa) vem recheada com arroz doce, canjica, caldos e bolos e diversas outras guloseimas. 
- A confeitaria surgiu quando eu mais precisava de algo que me impulsionasse a mudar de vida, levo amor e alegria para as pessoas e adoço um pouquinho a vida delas, assim como adoço a minha todos os dias – conta Michela.
A confeiteira Gisele Monteiro (@giselebombom) cresceu vendo a mãe Sandra Regina Monteiro produzindo guloseimas que faziam muito sucesso. Ela resolveu deixar o emprego como demonstradora em supermercados e investir na confeitaria. A Festa Junina na Caixa da Gisele tem bolos, pipoca gourmet, quindim, pé de moça e muitas outras delícias.
 
Cerca de 80% das vendas de Gisele são online e a festa junina na caixa já é um sucesso - Divulgação
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
- Atualmente, 80% das nossas vendas são realizadas pela internet e toda semana preparamos novidades para os clientes. Com a crise, criamos pequenas porções de doces macarons, por exemplo, a um preço bem acessível. Chegamos a vender 25 caixas em um dia – comemora.
Já em São João de Meriti, a doceira Jessica Maximiano (@docemenina_rj), criou o “Arraiá Dendi casa” para adoçar os corações de quem está morrendo de saudades dos quitutes juninos. Ela criou duas versões de kits, que variam as quantidades e os tipos de quitutes, entre eles cocadas, docinhos de paçoca e bolo de cenoura. A empreendedora ainda concilia a confeitaria com um outro emprego, mas sonha em viver exclusivamente para os doces.
Jessica aposta em dois tipos de kit que cabem em todos os bolsos - Divulgação
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
- Tenho trilhado esse caminho, na luta para alcançar o sonho que é viver da confeitaria. O que consegui até hoje me deixa muito feliz porque não é apenas a realização pessoal, eu amo fazer doces e amo saber que adocei o dia de alguém – conclui Jessica. 
Anarriê e Viva São João!

Galeria de Fotos

Jessica aposta em dois tipos de kit que cabem em todos os bolsos Divulgação
Doces e caldos para alegrar quem ama festa junina e sente falta dos arraiás Divulgação
Cerca de 80% das vendas de Gisele são online e a festa junina na caixa já é um sucesso Divulgação

Comentários