Unigranrio promove palestras gratuitas

Eventos vão ocorrer nesta quarta, quinta e sexta-feiras na unidade Lapa e são gratuitos. Entre os temas: Feminicídio no Brasil e Aspectos legais da Lei Seca

Por

Campus Lapa da Unigranrio fica ao lado da ACM
Campus Lapa da Unigranrio fica ao lado da ACM -
A Unigranrio/Lapa realiza ciclo de palestras sobre temas que estão na mídia, nos dias 7, 8, 10 na Rua da Lapa 86, junto ao prédio da Associação Cristã de Moços (ACM). O evento será aberto nesta quarta-feira às 18h30, com a conferência “Feminicídio no Brasil: uma reflexão sobre o direito penal como instrumento de combate à violência de gênero”, por Ana Paula Ribeiro, que é doutoranda em direito penal, direito econômico e empresarial, e professora do curso de Direito da Unigranrio. Entrada franca.

A relação de dominação do homem sobre a mulher inserida pelo patriarcalismo será abordado nessa palestra da professora Ana Paula Ribeiro, e de que forma isso impactou na violência de gênero que vitima as mulheres até hoje, como relata essa advogada. “As pesquisas apontam 4.254 homicídios dolosos de mulheres por ano, sendo que uma mulher é morta a cada duas horas no país”.

Dia 8 de agosto, a partir de 18h30, será a a vez da conferência “Aspectos legais a Lei Seca sua repercussão na vida do cidadão”, por Jocemar Marson, fisioterapeuta e professor de Direito da Unigranrio.

Acidentes de trânsito têm sido apontados como uma das principais causas de invalidez e mortes precoces no Brasil.

A lei Seca foi criada da necessidade de instituir punições mais rigorosas para infrações de trânsito. Segundo Jocemar Marson, “o excesso de velocidade é a infração mais cometida por brasileiros nas rodovias federais, com cerca de 4,8 milhões de ocorrências em 2018, sendo que a velocidade acima do limite provocou 9 mil acidentes, resultando em 10.199 feridos e 1.084 mortos somente neste mesmo ano”.

Dia 8 de agosto, a partir de 18h30 (segunda palestra)

A palestra “MEI – Micro Empreendedor Individual – como funciona, valores e direitos”, por Joebel de Oliveira vai abordar estatística sobre o Estado do Rio de Janeiro, que tem 963.558 MEIs, sendo que 409.518 desses atuam somente na capital fluminense. Joel fará palestra exatamente como parte das comemorações sobre os dez anos de existência desse programa. “Cerca de 9 milhões de pequenos empresários estão cadastrados em todo o país, embora haja um alto índice de inadimplentes. O MEI tem objetivo de estimular a formalização de pequenos negócios e de trabalhadores autônomos, como cabeleireiros, eletricistas, vendedores, entre outros”. Joel ressalta ainda que “podem aderir ao programa pessoas que faturam até R$81mil por ano, e que têm no máximo um funcionário”.

Dia 10 de agosto, a partir de 10 horas

Silas Franco, professor da Unigranrio e coordenador do CST em Marketing e Gestão Comercial, dará palestra sobre o tema “Potencialize a comunicação do seu negócio”. Ele tem larga experiência como gerente de vendas em empresas como a Polenghi e Danone. Silas dará dicas importantes para quem deseja aumentar as vendas nos diversos tipos de negócio, caminhos que servem de incentivo a quem deseja alcanças metas e sair da zona de conforto.

Dia 12 de agosto, a partir de 18h30

Priscila Gouveia, diretora da Unigranrio/Lapa e administradora, consultora de imagem habilitada em coloração, fechará o ciclo de palestras com “O poder da imagem pessoal nos negócios”. Ela é mentora de negócios, e coach. Com mais de 23 anos de experiência na área de educação, Priscila é uma das principais empreendedoras do Rio de Janeiro, que conhece bem a importância de ensinar sobre marca pessoal, muito ligada ao DNA de cada um, com suas reais características e particularidades, que fazem com que cada indivíduo seja único. Segundo Priscila, “o mais importante é causar uma boa impressão logo de cara, onde quer que seja, e demonstrar a característica correta no modo de se vestir, andar, maquiar e de falar”.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários