A Fundação Cecierj oferece 500 vagas para o curso Educação Especial e Inclusiva, totalmente a distânciaDivulgação

Rio - A Fundação Cecierj está com inscrições abertas para profissionais da educação com interesse em desenvolver estratégias de ensino direcionados a alunos com deficiência e necessidades específicas de aprendizagem. A matrícula para o curso Educação Especial e Inclusiva, elaborado pelo órgão vinculada à Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação pode ser feita até o dia 2 de março, exclusivamente pela internet (https://extensao.cecierj.edu.br/cursos-livres/educacao-especial-inclusiva/).
Ao todo, serão ofertadas 500 vagas, que serão preenchidas prioritariamente por professores do estado do Rio de Janeiro. A iniciativa é gratuita é ofertada na modalidade a distância. O preenchimento das vagas será realizado por ordem de inscrição, levando em consideração os seguintes critérios de prioridade: profissionais da educação em exercício em escolas públicas, em exercício e residentes no estado do Rio e, por fim, os profissionais residentes em outros estados.

"Permitir que todos tenham acesso à educação transforma vidas. Os professores da Cecierj têm feito um excelente trabalho, que requer muita dedicação e empenho, não deixando a desejar em relação a qualquer outra instituição o que me deixa muito satisfeito, pois vejo que estamos trabalhando para preparar e dar oportunidade para todos", disse Dr. Serginho, secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação.

O curso Educação Especial e Inclusiva possui carga horária de 180 horas e tem, entre suas disciplinas, conteúdo sobre tecnologia assistiva e comunicação alternativa, audiodescrição e inclusão escolar do aluno com deficiência, intelectual, visual, transtorno do espectro autista, entre outros. Será realizado um encontro de encerramento, que é obrigatório para a conclusão do curso e emissão do certificado, com a apresentação do trabalho final.

Será concedido certificado de Aperfeiçoamento ao cursista que cumprir com aprovação a carga horária de 180 horas, comprovar ser profissional da Educação e ter concluído curso de nível superior. E haverá a concessão de certificado de Qualificação para o cursista que cumprir com aprovação a carga horária de 180 horas, comprovar ser profissional da Educação e ter concluído curso de nível médio.

"O acesso a uma educação inclusiva é direito de todos e, para termos espaços educacionais inclusivos, os profissionais precisam estar preparados para receber os alunos deficientes e que compreendem quais são as melhores estratégias para trazer melhorias ao aprendizado desses estudantes. Por isso, a iniciativa da Fundação Cecierj em oferecer esse curso, com disciplinas que compreendem vários aspectos e com um corpo docente qualificado, é de extrema importância", destacou o presidente da Fundação Cecierj, Rogerio Pires.

Em caso de dúvidas, o candidato poderá enviar mensagem para o e-mail [email protected] .