Cigana prevê impeachment de Bolsonaro e revela data para vacina contra o coronavírus

Sara Zaad ainda revela desdobramentos no caso Marielle Franco

Por O Dia

Presidente Jair Bolsonaro
Presidente Jair Bolsonaro -
Rio - O mês de julho marca a segunda metade do ano. Para entender como vão ser os próximos 180 dias de 2020, a cigana Sara Zaad sinaliza questões envolvendo figuras políticas, a insatisfação da população com o atual governo e a corrida em busca de uma vacina contra a covid-19.

Vacina eficaz contra a covid-19
A cigana explica que, em nível global, só teremos uma vacina ou o começo da imunização para o coronavírus em meados de 2022. “Encare com realidade os fatos. Isso se estenderá pelo próximo ano e só depois teremos um controle sobre essa doença, infelizmente. Mas surgirá algum tipo de remédio ou medida preventiva”.
Finanças
A previsão é de oscilações constantes em relação às moedas estrangeiras. “O dólar continua em alta. As instabilidades e flutuações financeiras serão comuns durante todo o mês julho, fazendo com que o mercado registre grandes quedas”, afirma.
Relaxamento social
As medidas de reabertura do comércio e os serviços de rua, que estão sendo aplicadas em diversos estados do Brasil, vão trazer um aumento de casos. De acordo com a cigana, a população vai se manifestar de forma ativa nas ruas.
Política brasileira
O maior entrave será entre o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o Congresso Nacional. O Supremo Tribunal Federal (STF) não será poupado e durante o próximo mês as figuras máximas do poder deverão conviver com muita pressão e protestos. “Escândalos serão descobertos. Inclusive, por parte de deputados que eram antigos aliados do governo. Eles terão a vida exposta e serão penalizados. Vamos presenciar uma guerra política no Brasil”, alerta Sara.
Impeachment de Jair Bolsonaro
A vidente aponta escândalos e "tentativas de desmoralização do Congresso por parte do presidente." No entanto, pontua que o poder legislativo estará mais afinado com aquilo que a população precisa. “Sofrerá com a instauração de um processo de impedimento que só deve ser concluído entre o final de 2020 e início de 2021”.
Descobertas no caso Marielle Franco
O caso Marielle Franco volta ao centro das discussões, de acordo com Zaad. "Com novas descobertas, vazamentos de informações, dados de redes sociais, como prints e áudios de políticos e pessoas que estão fora do circuito do poder. Assim como aconteceu com o vazamento de dados de pessoas relacionadas ao governo e do próprio presidente, vamos vivenciar novamente esse tipo de acontecimento, mas envolvendo esse caso. Há muito o que ser descoberto”, declara.
Tensões pelo mundo
O eclipse lunar, que vai ocorrer 5 de julho, traz um aspecto de guerra no mundo todo. A China e a Índia terão outro embate violento. "Os Estados Unidos, por sua vez, farão manobras para que a população esteja com as atenções voltadas para o exterior. Alguns chefes de Estado entrarão em discordâncias com as ações do presidente americano, Donald Trump, que vai levantar a bandeira de guerra contra a China."
Aumento de casos de violência contra mulheres e crianças
Sara também pede que nesse momento, as pessoas tenham empatia umas com as outras. “Tenha empatia pelos seus vizinhos, pelos seus parentes e por todos que estão ao seu redor. Denuncie caso você ouça agressões contra mulheres ou crianças. Desde março eu alerto sobre o aumento da violência doméstica e sobre o aumento dos maus tratos às crianças. Não hesite e faça a sua parte como cidadão”.

Comentários