Djalma Santos será enterrado nesta quarta-feira

Prefeitura da cidade de Uberaba ainda anuncia luto oficial de três dias

Por rafael.arantes

Minas Gerais - Os brasileiros poderão se despedir de Djalma Santos, morto na última noite após sofrer uma parada cardiorrespiratória , na tarde desta quarta-feira. O bicampeão mundial pela Seleção Brasileira está sendo velado desde esta madrugada, sendo que o seu enterro será às 16h.

A Prefeitura da cidade de Uberaba (MG) anunciou luto oficial de três dias. Natural de São Paulo, Djalma Santos, com passagens marcantes por Portuguesa, Palmeiras e Atlético-PR, escolheu o interior de Minas Gerais - lá, tornou-se funcionário da Secretaria de Esportes, Lazer e Turismo.

Djalma Santos morre aos 84 anosCarlos Moraes / Agência O Dia

Ele vinha tratando uma grave pneumonia há 22 dias, no Hospital Dr. Hélio Angotti. O corpo de Djalma Santos seguirá em cortejo fúnebre do Salão Nobre da Câmara Municipal de Uberaba até o Cemitério São João Batista, durante meia hora, a partir das 15h30.

Reverência internacional
E não foi só o Brasil que lamentou a morte de um dos maiores jogadores de todos os tempos. A imprensa europeia também prestou a sua última homenagem ao brasileiro nas edições desta quarta, destacando-se os grandes jornais de Portugal, Espanha, Itália e Alemanha.

O A Bola , por exemplo, exaltou a "inovação" de Djalma Santos na lateral-direita, lembrando também o jogo que fez contra a seleção portuguesa na Copa do Mundo de 1966 (Brasil perdeu por 3 a 1). Já o Mundo Deportivo fez questão de destacar o seu "bom porte físico", essencial durante o ataque do time.

Enquanto isto, a Gazzetta dello Sport garante que ele foi um dos protagonistas dos Mundias de 1954 até 1966. O Bild , por sua vez, dá a seguinte manchete: "Brasil chora Djalma Santos", afirmando que o País "perdeu um dos seus grandes heróis de um passado glorioso".

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia