Brasileiro supera dificuldades e estreia no circuito mundial de windsurf

Etapa do circuito aconteceu na Espanha

Por pedro.logato

Espanha - O jovem Hugo de Souza, de 16 anos, estreou nesta semana em uma etapa do PWA Grand Slam, o circuito mundial de windsurf, em Fuerteventura, na Espanha, se transformando em 'xodó' dos atletas sul-americanos. Atleta da modalidade freestyle, o brasileiro passou os últimos dias - a etapa acontece desde sábado e vai até sexta - rodeado dos principais nomes do windsurf e kiteboarding, entre eles o campeão do mundo em sua categoria, o venezuelano Gollito Estredo.

Hugo revelou que começou a se interessar pelo esporte aos 10 anos, na praia de Camocim, no Ceará, seu estado natal, vendo um italiano praticá-lo.

"Me apaixonei na primeira vez que vi", disse. Nascido em uma aldeia de pescadores, o jovem admite que o início da carreira não foi fácil, principalmente pelo esporte não atrair os holofotes da mídia. Nas primeiras competições precisou contar com ajuda de outros participantes, que emprestavam material.

Foi um rival, aliás, Edvan Souza, que impressionado pelo talento de Hugo, doou a primeira prancha para o jovem. Desde então, se transformou em anjo da guarda e o acompanha em competições.

"Ter uma equipe própria me deu muita felicidade, me deixou mais forte e aumentou ainda mais minha vontade de competir", explica Hugo, ainda tímido diante do assédio dos jornalistas.
Para participar do torneio na Espanha, o brasileiro contou com a iniciativa de alguns amigos, que gravaram um vídeo em que o número de uma conta bancária aparecia, um apelo para ajudar o windsurfista.

Enquanto não briga por título mundial, o jovem usufrui a emoção de estar em uma grande competição e aprende com o venezuelano Gollito Estredo, que é o favorito para ser campeão da etapa, além de ser um dos que "adotaram" o brasileiro.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia