Sebastian Vettel lidera a dobradinha da Red Bull no 1º treino livre na Hungria

Já Massa prioriza acertos aerodinâmicos em seu carro da Ferrari e não tentou voltas rápidas, ficando apenas em 15º

Por rafael.arantes

Hungria - Mesmo atrapalhado por problema nos freios, que o permitiu ir à pista apenas nos últimos 25 minutos das atividades, Sebastian Vettel confirmou o favoritismo da Red Bull e liderou o primeiro treino livre do GP da Hungria de Fórmula 1. O piloto alemão cravou 1mins22s723 e comandou com folga a dobradinha da equipe.

Durante 1h05, o tricampeão foi obrigado a ficar nos boxes para que a Red Bull realizasse os reparos necessários em seu carro. Ele precisou de apenas três voltas no traslado de 4.381 metros para anotar o melhor tempo da sessão, a apenas 19 minutos do encerramento das atividades e quatro das tomadas de tempos - os últimos 15 minutos foram utilizados apenas para simulações de corridas, feito que não alterou as primeiras colocações

Vettel sai na frente em treino do GP da HungriaEfe

O time austríaco, porém, já liderava as atividades em Hungaroring com Mark Webber. Três minutos antes do companheiro de equipe assumir a ponta, o veterano australiano havia completado sua volta mais rápida em 1min22s982, sendo superado em 0s259 por Vettel.

A terceira colocação ficou com o finlandês Kimi Raikkonen, que fechou seu melhor giro apenas 0s028 atrás de Webber. O piloto da Lotus foi outro a sofrer com pequenos problemas na pista. Durante a sessão, seu carro teve princípio de incêndio na entrada de ar do carro, que não sofreu danos com o incidente.

Já a menos de dois minutos para o fim das atividades, um furo em seu pneu traseiro direito o obrigou a ir para os boxes mais cedo, o que não colocou sua terceira posição em risco. Este foi o único problema apresentado pelos novos compostos da Pirelli.

O quarto melhor piloto foi o espanhol Fernando Alonso, que completou sua volta mais rápida em 1min23s099. O top 5 contou ainda com o francês Romain Grosjean, que deixou sua Lotus apenas 0s012 atrás do rival da Ferrari. Enquanto isso, Felipe Massa priorizou acertos aerodinâmicos em seu carro e não tentou voltas rápidas, ficando apenas com a 15ª colocação, com o tempo de 1min24s299.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia