Nicolas Santos e Cielo fazem melhores tempos nas semifinais dos 50m borboleta

Nadadores brasileiros terão as melhores raias na final desta segunda-feira

Por ulisses.valentim

Espanha - O brasileiro Nicolas Santos venceu sua bateria neste domingo nas semifinais dos 50 metros borboleta do Mundial de Esportes Aquáticos, derrotando rivais de peso como Frederick Bousquet, Florent Manaudou e Roland Schoeman, se garantindo na final de amanhã.

Com o tempo de 22s81, Nicolas foi o mais veloz na piscina montada no Palau Sant Jordi. A segunda melhor marca também ficou com o Brasil, com César Cielo, que nadou o trecho em 22s86.

César Cielo garantiu seu lugar na final dos 50m borboletaEfe

Melhor na primeira eliminatória, o sul-africano Roland Schoeman sequer se classificou, assim como o recordista mundial da prova, o espanhol Rafael Munoz Perez, que já nadou os 50m borboleta em 22s43.

Nas semifinais deste domingo, Nicolas e Cielo melhoram muito seus tempos com relação a eliminatória disputada pela manhã (horário brasileiro). O tempo de 22s81 do primeiro colocado foi bem superior ao 23s45 da fase inicial. Já Cielo melhorou de 23s32 para 22s86 na batalha pela final.

Além disso, o campeão olímpico em 2008 nos 50m livres mostrou um desempenho notável na sua largada, obtendo tempo de reação de 0s61, melhor do que sua média. Nicolas Santos conseguiu 0s62. O melhor neste quesito foi britânico Benjamin Proud, que sequer foi á final, com 0s59.

Nesta segunda-feira, na final, os dois brasileiros nadarão nas raias 4 e 5, as duas centrais. Também disputarão a prova decisiva o bielorrusso Yauhen Tsurkin, os franceses Frederick Bousquet e Florent Manaudou, o ucraniano Andrii Govorov, o alemão Steffen Deibler e o americano Eugene Godsoe.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia