Lutador brasileiro do UFC é preso pela SWAT, nos Estados Unidos

Thiago Silva foi detido por ameaçar alunos da academia Pablo Popovitch com uma arma

Por O Dia

Thiago Silva foi preso pela SWAT Divulgação / Broward Sheriff's Office

Estados Unidos - O lutador Thiago Silva foi preso na madrugada desta sexta-feira em uma academia da Flórida, nos Estados Unidos. O brasileiro foi detido pela SWAT, a força de elite da polícia americana. Sua prisão chegou a ser transmitida ao vivo pela rede americana NBC.

O motivo da sua detenção teria sido porque Thiago Silva usou uma arma para ameçar diversos alunos da academia Pablo Popovitch, por conta de ciúmes da sua mulher, Thaysa Silva. A esposa do lutador praticava jiu-jitsu no local. O brasileiro ainda tentou se esconder em casa, mas foi pego.

O UFC garantiu que vai apurar o caso, antes de tomar qualquer medida.

"Esta noite, tomamos ciência de uma situação envolvendo Thiago Silva. Estamos colhendo os fatos e não temos mais comentários neste momento - disse o comunicado divulgado pela organização", informava o comunicado.

Essa não é primeira vez que Thiago Silva tem seu nome envolvido em uma polêmica. Anteriormente, o lutador brasileiro já havia sido suspenso por falsificar seu teste de urina em 2011 e por uso de maconha no ano seguinte.

Últimas de Esporte