Nossos convidados: EUA emplaca sexta participação seguida em Copas

Americanos são os segundos na lista dos que mais compraram ingressos para o Mundial do Brasil

Por bernardo.argento

A megalomania americana existe em todos as partes. Desde o melhor cachorro quente do mundo até a certeza de que são os donos do planeta. A ‘arrogância’ dos Estados Unidos não tira o mérito de exercerem enorme influência econômica, política e militar em todos os setores. A sede das Nações Unidas fica em Nova York e lá são decididas questões sobre direito internacional, segurança mundial, desenvolvimento econômico, progresso social, direitos humanos e a paz entre os países.

Os americanos não são fãs do futebol, esporte que aparecem apenas na sexta colocação entre a preferência. No entanto, a seleção americana vem para sua sexta Copa seguida. Comandada pelo ex-craque alemão Klinsmann, tem empolgado mais os fãs, tanto que na última listagem da Fifa, os americanos aparecem em segundo entre os que mais compraram ingresso para a Copa de 2014

Com 309 milhões de habitantes, os Estados Unidos estiveram presentes em todas as grandes guerras do último século, tendo papel de destaque. As Forças Armadas dos EUA têm cerca de 2,3 milhões de soldados. Durante 46 anos, o país viveu tempos de tensão com a União Soviética por causa da Guerra Fria, um conflito abrangente em que as duas nações buscavam mostrar que eram as melhores em qualquer área seja científica, armamentista, econômica e social. Em 1991, os EUA acabaram vencedores com o fim da URSS e do socialismo.

Só no ano passado foram mais de 62 milhões de turistas querendo saber mais do país que levou o homem à lua e tem Hollywood, a maior indústria cinematográfica do planeta.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia